Sigam o meu blogue! Tenho sempre novidades!

Traduza para o seu idioma

quarta-feira, 30 de dezembro de 2015

Só falta um dia!

Só falta um dia para um ano terminar e outro aproveitar o seu lugar. Já têm ideias para o fim de ano?

Eu decidi que, depois de uma visita à minha loja preferida, vou à procura de algo que me faça sentir bem, já que é um dia de festa. E aproveitando que só se fala de crise, nada melhor do que os Outlets com roupas para todos os gostos. É lá que eu vou, se entretanto não encontrar o que quero no meu armário.

Amanhã é aquele dia que devemos esquecer o passado, as tristezas, a insatisfação para dar lugar à inovação, à alegria e à esperança. 

Onde vai ser a vossa passagem de ano? Na rua, ou em casa? Seja qual for o local escolhido não se esqueçam de abraçar a vossa família, e de fazer a festa com muitos amigos. 

Eu estou com vontade de ir espreitar o Terreiro do Passo. Ouvi dizer que há concertos gratuitos, daqueles que valem mesmo a pena. Se o tempo ajudar ( se não chover, claro), faço questão de ver o fogo de artifício na minha Lisboa.

E vocês? Já decidiram onde vão estar? 

Boas Entradas e um Feliz 2016!

segunda-feira, 28 de dezembro de 2015

Venci o tempo!

O dia nasceu cinzento,
com um ventania descontrolada.
Perante este tempo,
saí de casa ainda mais agasalhada.

As Gaivotas sobrevoavam os telhados
anunciando a tempestade.
Soltavam gritos estridentes
sem qualquer dó, nem piedade.

Desbravei uma densa cortina de chuva
ao sair da minha Costa.
Ventos sopravam a mil
colocando-me à prova.

Subtilmente escapei ao feroz vento.
Com garra e determinação continuei.
Não foi fácil aguentar tal vil tempo.
Mas consegui. E ao mau tempo, ganhei!

Jovita Capitão, Rainha das Insónias.

domingo, 27 de dezembro de 2015

MUDAR

Já sentiram uma vontade enorme de mudar? Mudar o quê, perguntam vocês?! Mudar o corte de cabelo, mudar de casa, mudar de ares, mudar de estilo,...etc. Hoje acordei assim. Com uma vontade imensa de mudar qualquer coisa. Que as mudanças fazem parte da vida já nós sabemos, e também sabemos que as mudanças graduais, por norma, são as que perduram mais tempo. No entanto, de quando em vez sinto vontade de mudar. 

Já repararam no significado da palavra MUDAR? Para mim, mudar significa mudar de ar. Então, é isso mesmo que vou fazer assim que o novo ano começar. E por que não começar hoje a mudar também os meus pensamentos? Isso é que era uma excelente ideia. Estou a precisar de uma lufada de ar fresco que venha acompanhada de uma mudança qualquer que me devolva o bem-estar, a confiança, a auto-estima. 

Sei que tenho muitos motivos para ter esperança e para sorrir mesmo agora. Mas como eu disse no início deste post, mudar faz parte da vida de toda a gente. Por isso, sei que tenho de mudar. Estou na terceira década da minha vida e sinto que há coisas que precisam ser colocadas no lugar. 

E tu? Existe alguma coisa que gostasses de mudar em ti ou no mundo que te rodeia?

Reflexão de fim-de-ano!

Queridos amigos e leitores, o ano está mesmo a terminar. Resta-me apenas pensar se foi exactamente aquilo que imaginei.

Começo por explicar cada segundo deste ano que passou. Desde Janeiro que a escrita, de certo modo abrandou. No entanto, não a deixei completamente, pois um sonho anda connosco para sempre! Assim, nesta minha escrita poética, penso no trabalho que este ano tive. Valeu a pena? Talvez. Já dizia o poeta que "tudo vale a pena", se a alma pequena não é.

Então, meus caros leitores, este foi um ano de muito trabalho e de luta. A escrita foi mais branda, mas continua por cá. No amor, cá se vai andando. E na Família, tudo na mesma. As mudanças foram mais a nível pessoal.

Fui tentada a resolver tudo de uma só vez. Mas a vida não deixou. "Um passo de cada vez" disse-me ela em nobre tom. E por isso também sei que por mais que a vida custe é sempre possível melhorar. Pois se um pequeno passo já chega para mudar algo, só não posso mesmo parar.

Deste ano ficam as lembranças de um ano mais focado na subsistência, do que nos sonhos. Mas fica a vontade de melhorar em 2016. Quero mudar este paradigma o quanto antes para minha realização a nível pessoal. O que este me reserva, também não sei exactamente, mas sobram sonhos certamente!

A pensar no Verão...

Hoje acordei a pensar no Verão.
Sentir a areia fininha nos pés.
Correr para uma dúzia de flores
Sorrir como só tu sabes e vês.

Hoje acordei a pensar no Verão
Abrir a porta a uma nova estação.
Deixar para trás o teu inverno
e apegar-me ao calor do meu caderno.

Hoje acordei a pensar no Verão.
Sentir a brisa do mar na pele.
Sonhar ao rever o horizonte a teu lado.
Sentir mais de perto o teu abraço apertado.

Hoje acordei a pensar no Verão.
Sei que ainda falta chegar a estação.
Sorrio sozinha por acreditar
que melhores dias virão com o mar.

Jovita Capitão, Rainha das Insónias.

terça-feira, 22 de dezembro de 2015

A madrugada que me gelou!

Caminhei de pés descalços
pela areia humedecida
senti a brisa no meu rosto
e frio por estar despida.

O Inverno não tardaria a chegar
e eu, nada tinha para me agasalhar.
Só o mar me prometia
abraçar-me, talvez um dia.

Preferi continuar
naquela estranha caminhada.
Para por fim acordar
na minha cama, gelada.

Estremunhada percebi
que não passava de um sonho.
Excepto o frio que me apanhou
e naquela madrugada me gelou.

Jovita Capitão, Rainha das Insónias.

O Natal Chegou!

No primeiro dia de Inverno
a temperatura baixou.
Preparei o meu caderno
e disse: O Natal chegou!

Jovita Capitão, Rainha das Insónias.

segunda-feira, 21 de dezembro de 2015

A minha Equipa


Queridos leitores e amigos da Rainha, hoje quero falar sobre a minha equipa. Quero agradecer a todos por este excelente ano de trabalho e dar os parabéns àqueles que conseguiram realizar sonhos.

Esta é a minha Equipa. Tenho pessoas de todas as idades. Dos 18 Aos 80 anos, mas todos com uma vontade incrível de fazer a diferença na vida de alguém. 

Este, foi um ano de muitas alegrias, de muita luta, de muita dedicação e valeu a pena todo o esforço. Acredito que 2016 vai ser ainda melhor. 

Os meus planos para a minha equipa são muito claros. Quero que todos os membros consigam realizar tudo aquilo que pretendem. A minha missão é ajudar. 

Hoje, fiz um pequeno desvio da minha escrita para reconhecer o trabalho de todos. Porque além da escrita, tenho outras tarefas que são igualmente importantes. 

A Rainha das Insónias deseja a todos Boas Festas e um Novo Ano cheio de coisas boas!

quarta-feira, 16 de dezembro de 2015

Pontos de vista

A vida é como um livro. Nasce numa pequena ideia, desenvolve-se através de uma palavra. Por sua vez a palavra transforma-se em frase e de repente a frase ganha outro sentido porque a pessoa em questão cresceu e mudou de ponto de vista. 

Esta sou eu. As ondas vêm e vão para cá e para lá e eu embarco em cada aventura com a esperança que a esperança me leve para um lugar melhor. Uma vez desiludida com a situação, sigo um outro caminho.

Já não sou aquela menina que escrevia diários ou poemas trancada no quarto, cujos sonhos imperavam a cada manhã ou a cada noite. Já não sou ingénua ao ponto de pensar que o mundo é cor-de-rosa e que nada de mal me acontecerá. 

Cresci. Sou a mesma, mas com pensamentos muito diferentes. Já conheço a dor, a tristeza, a esperança e a felicidade. Já reconheço o valor de uma sincera amizade ou de um amor arrebatador.
Mas a história agora é outra.

Aos trinta anos dou-me conta de que o sonho apesar de intocável do ponto de vista infantil da minha cabeça, pode ser corrompido pela maldade alheia a qualquer momento. Este, é motivo suficiente para atentar naquilo que acontece à minha volta com a devida atenção.

Hoje, deu-me para isto. Precisei reflectir e desabafar sobre coisas que me incomodam, sem que com isso tivesse de revelar pormenores daquilo que não gosto. Apenas sei que estou por minha conta e risco nesta vida e que grande parte da população que existe no planeta terra não chega aos calcanhares dos aliens das histórias infantis que li em pequena.

Quem me dera que essas histórias, que fizeram as delícias do meu imaginário, prosseguissem da mesma forma agora que já sou adulta. Serviriam, pois, para adoçar o meu coração em vez de deixa-lo mais endurecido. 

Neste desabafo de última hora, penso apenas que a melhor forma de não me desiludir com as pessoas é fazer aquilo que me der na telha. Para quê esperar tanto dos outros? Acho que aprendi a lição. 


Sobre o Canto

Gostava de saber cantar,
tal como escrever, sei.
Inspiração teria?
Minha voz tremeria?
Enfim...
Só saberei se experimentar.

Jovita Capitão, Rainha das Insónias.

quinta-feira, 10 de dezembro de 2015

Febre

Sinto uma febre que me impele a escrever.
Sinto que algo preciso falar.
Algo cá dentro que se faz notar.
Sei que algo merece viver.

Começo a criar num acto desesperado.
As letras se desmancham a cada enquadro...
Mas eu não desisto e vou no encalço
mesmo com um aparente cansaço.

Nada me vai impedir de escrever.
Nada me indica que eu vou perder.
Por esse motivo quero continuar.
A minha história continuarei a escrever.

Esta vontade louca de escrever,
sinto-a cá dentro. Pareço ferver.
Quero falar o que trago na alma
num anseio de ficar mais calma.

Tudo na vida tem um por quê
Se eu escrevo, há uma razão.
Continuarei a escrever qual vulcão
Nem que seja só para quem lê.

É de louvar, quem não desiste dos sonhos
É de elogiar quem tropeça, mas se levanta.
Num momento de ruptura há sempre esperança.
Vamos acreditar que há tempos melhores.

Jovita Capitão, Rainha das Insónias.

Os sonhos brilham

Quando sabemos quem somos
corremos na direcção dos sonhos.
Nada escapa ao nossos olhar
e começamos a brilhar.

Qual estrela invernal
que aparece no Natal,
nas noites frias do inverno.
Ou num poema escrito num caderno.

Jovita Capitão, Rainha das Insónias.

segunda-feira, 7 de dezembro de 2015

Festa de Natal


Na festa de Natal da LR
vesti-me de forma elegante.
Queria estar no meu melhor.
Por isso vesti-me a rigor.

A Carla foi de vermelho.
Como a época festiva pede.
Já eu, escolhi o verde
para combinar com o pinheiro.

Nos pés, sapatos pretos
para dar mais cor ao vestido.
Ah, e um sorriso no rosto!
Isso, é sempre permitido.

Na festa diverti-me
como já é habitual.
E de amor revesti-me
qual época de Natal.

Jovita Capitão, Rainha das Insónias.

domingo, 6 de dezembro de 2015

Entrevista na Rádio RDS


Queridos leitores e amigos da Rainha, este Sábado tive a oportunidade de entrar nos estúdios da Rádio RDS e posso dizer que fiquei deveras agradecida pelo convite à conversa pelo meu amigo Carlos Pinto Costa, locutor da mesma.

A nossa conversa assentou em pontos muito importantes no que toca à importância da Cultura e da consciencialização da leitura pelas camadas mais novas da nossa sociedade.

Ao longo da nossa conversa, também falei um pouco acerca de mim e das minhas origens. Expliquei o porquê de ter começado a escrever, o que sinto enquanto escrevo, o conteúdo dos meus poemas e os projectos que tenho para o futuro.

Se não teve oportunidade de ouvir a entrevista, convido-o a ficar desse lado e acompanhar todo o meu trabalho nesta área tão vasta que reúne Literatura, Arte, Cultura, fotografia, Música, Eventos, e muito mais.



quarta-feira, 2 de dezembro de 2015

É Meu!


Sim, este é meu. Mas também pode ser seu.

Por apenas 39,90€ pode oferecer um presente cheio de glamour e um toque de Natal.

Entre em contacto comigo para mais informações: 926321035


sábado, 28 de novembro de 2015

RDS - O Convite

Queridos leitores, o que fariam se fossem convidados para dar uma entrevista? E se essa entrevista fosse na rádio? E se o assunto fosse sobre aquilo que vocês mais amam fazer? 

Queridos leitores e amigos, fui convidada pela RDS Rádio a participar de uma interessante conversa literária no próximo dia 5 de Dezembro entre as 16h e as 17h.

Fiquem atentos à emissão em 87.6  ou na Internet www.rds.pt.  :)



Apresentação do livro "Alma Sentida" de Ana Marques


Ontem estive na Apresentação do livro da minha amiga e escritora Ana Marques.

A Ana, escreve poesia tal como eu.

E tal como eu tem o simples desejo de comunicar com as palavras.


quinta-feira, 26 de novembro de 2015

Vontade de partir

Algo me diz que posso sorrir.
Algo bom, de mim se aproxima.
Será um dom que me ilumina?
Ou será apenas vontade de partir?

Jovita Capitão, Rainha das Insónias.

Há esperança no ar

Com um sorriso nos lábios
levanto-me a cantar
há iluminação nas Ruas
E esperança no ar.

Ao ritmo da dança
caminho a passos largos
Pareço uma criança
Com vontade de brincar!

Jovita Capitão, Rainha das Insónias.

quarta-feira, 18 de novembro de 2015

Uma guerra sem fim

Vejo desalento por todo o lado.
Gente triste carregando um fardo.
Más intenções num mundo barato
milhares de ladrões num mundo enfadado.

Não vejo a esperança de um mundo melhor
se o que espalham é o terror.
Mentes brilhantes sem brilhantismo
só querem mostrar o seu egoísmo.

Uma guerra sem precedentes
Na qual sabemos não ter fim.
E morrem milhares de inocentes....

Gostava que não passasse de um pesadelo
o que se está a passar no mundo inteiro.
Mas que esperança podemos ter num mundo
que não é fiel, nem verdadeiro?

Jovita Capitão, Rainha das Insónias.

segunda-feira, 16 de novembro de 2015

O segredo

Eles só querem que o medo
faça parte das nossas vidas.
Mas vou dizer-vos um segredo:
Para o medo há saídas.

Mais vale erguer a cabeça
do que ser preso pelo medo.
Jamais permita que isso aconteça!
É esse o segredo.

Jovita Capitão, Rainha das Insónias.

Paris

Numa tarde fatídica
morreram inocentes
Ficaram apenas
meros sobreviventes.

Pela primeira vez
me pronuncio acerca disto.
Talvez seja pelo choque 
que isto me causou.

Uma mancha de sangue
escureceu a cidade de Paris.
Sinto-me enlutada 
como se fosse no meu País.

Dos inocentes
rezará a história.
Que sejam lembrados
por quem lhes tenha na memória!

Jovita Capitão, Rainha das Insónias


sábado, 14 de novembro de 2015

Voltar a escrever

Quero escrever, acreditem!
Mesmo sem nexo, bem tento.
Mas cada vez que me lanço
penso que não é o momento.

Talvez em Janeiro ou Fevereiro...
Talvez até passe o ano inteiro...
E fico neste sofrimento.
Quero escrever, mas não aguento.

Uma fraqueza apodera-se de mim
e parece não ter fim.
Quero com isto dizer
que não há nada a fazer?

Não!
Nada disso tem de ser!
Pois quando a alma assim nasce
um dia sai desse impasse
e volta sempre a escrever.

Jovita Capitão, Rainha das Insónias.





quarta-feira, 11 de novembro de 2015

Apetece-me hibernar outra vez!

Quem me dera por uns tempos
poder fechar-me em copas
hibernar em tocas
fugir de certos ventos.

Salvaguardar a minha mente
do meu subconsciente,
das minhas emoções e medos.

Fechar para férias o coração
só por pura manutenção
e voltar sem segredos.

Jovita Capitão, Rainha das Insónias.


Dura realidade

Queria escrever de forma mais leve
mas aprendi a dura realidade.
Por mais que a vida nos ensine
não sabemos ter Liberdade.

Jovita Capitão, Rainha das Insónias.

segunda-feira, 9 de novembro de 2015

Silêncios

Sentimentos guardados
jamais transmitidos
Silêncios rasgados
na hora de falar.

Conheces o lema.
A estrada é longa.
Mas quem é que
se importa de esperar?

Jovita Capitão, Rainha das Insónias.

domingo, 8 de novembro de 2015

Gaivotas



Pela liberdade voavam as Gaivotas.
Em círculos sobrevoavam o oceano.
Deslumbrada, parei na estrada.
Fiquei a vê-las triunfando.



Quando perto se aproximaram
tentei fotografa-las.
Não foi fácil tal engenho.
Elas não param de voar.


Os meus olhos deslumbrados,
fitaram uma Gaivota solitária.
Parecia contente por voar.
Continuei pois, a observar.


Jovita Capitão, Rainha das Insónias.

Lançamento do livro: " Alma Sentida" de Ana Marques



No próximo dia 27 de Novembro, às 21h  realiza-se o lançamento do livro " Alma Sentida" da Escritora Ana Marques. 

Para quem não conhece a Autora do livro, deixo aqui a minha sincera opinião.

A Ana é uma alma transparente. É uma força da natureza, um universo sem fim, uma mulher cheia de força, mãe, amiga e uma excelente Poetisa.

Conheci a Ana numa das primeiras Tertúlias da Gandaia há mais de um ano. Senti alguma afinidade com a sua personalidade assim que a vi. E percebi que a Ana é mais do que aquilo que se vê. 

Na sua poesia podemos sentir as palavras como nossas. Elas deixam de ser de quem escreve e rapidamente passam a fazer sentido a quem as lê. 

Por entre linhas vai dizendo as verdades. Em cada palavra, uma espada. 

Quem lê Ana Marques, não fica indiferente. 

A apresentação acontecerá no dia 27 no auditório do Centro Comercial " O Pescador" na Costa de Caparica, no Concelho de Almada. 

Caríssimo leitor, fica desde já convidado!

sábado, 7 de novembro de 2015

Mensagem aos leitores

Boa noiteeeee! 

Queridos leitores e amigos da Rainha, hoje passei o dia a escrever. Não no blogue, mas em inúmeras folhas soltas de papel. Não sei o que me deu, mas uma coisa é certa. Valeu a pena! 

Este ano estive mais focada em outras coisas. principalmente por causa da marca que represento. No entanto, foi positivo todo esse tempo porque hoje senti que algo de bom se aproxima.

Agora que me situei no tempo, quero dizer-vos que tenho muitos projectos para 2016. 

Até Janeiro ainda vou estar focada no trabalho. Mas as perspectivas que tenho em relação ao próximo ano são as melhores. 

Querem saber o que escrevi? 

A seu tempo saberão! Continuem desse lado e acompanhem a Rainha no seu castelo. Mil histórias e ideias estão a caminho para vos brindar com novidades.

Até breve!

Jovita Capitão, Rainha das Insónias.

sábado, 31 de outubro de 2015

Ao contrário!

Preciso de algo que me faça voar.
Esquecer as preocupações e brincar.
Ser de novo criança no imaginário.
Talvez, colocando o mundo ao contrário.

Jovita Capitão, Rainha das Insónias.

quarta-feira, 28 de outubro de 2015

O Mickael


O som do obturador ouvia-se firme e constante. Em redor, centenas de fãs esperavam o momento propício para a foto que iria revolucionar as suas vidas. O ambiente de euforia, consumia todo o espaço. Ele continuava impávido, sereno, pachorrento. 

Nós também estávamos lá. No dia 10 de Janeiro não tive oportunidade de o fazer. Mas agora, o que me impedia? Tinha carro que me levasse a casa, tinha companhia de alguns membros da minha equipa. Decidi ficar até ao fim.

Depois de algumas horas de espera. Foi por volta das 04.00 que tive a oportunidade de o conhecer. 
O momento vai ficar eternizado na foto acima. Valeu a pena esperar!

quarta-feira, 21 de outubro de 2015

Sonho Americano

Queridos leitores e amigos da Rainha, quero dar as boas-vindas a todos aqueles que me seguem recentemente, bem como agradecer a todos aqueles que acompanham a Rainha desde o início.

Desde Abril de 2011 que aqui estou e faço questão de dizer que a escrita é a minha praia. Só não sabia que existiam outras "dunas" que também fariam todo o sentido num determinado momento da minha vida, momento esse que estou a viver agora.

Sempre gostei de ser livre. A liberdade de horários dá-me imenso prazer. Poder fazer o que quero à hora que quero sem ter que pedir autorização a ninguém, é das melhores coisas que já me aconteceu e que ambiciono desde que me conheço como gente.

Será o sonho americano? Talvez. Muitos almejam ter tempo e dinheiro. Tempo para a família por exemplo, ou dinheiro para proporcionar à família melhores condições de vida. 

E por que não? O que nos impede de realizar esse sonho? Talvez o medo de tentar e não conseguir o auto-sustento. Talvez o medo de passar pelo ridículo. Ou talvez seja preguiça de realizar os nossos sonhos.

Sonhos! Toda a gente tem, mas poucos conseguem usufruir daquilo que tanto almejam. É pena. Talvez se lutassem por aquilo em que acreditam, tivessem melhores resultados.

Eu já consegui realizar alguns sonhos. Não tantos como gostaria, mas ainda acredito que seja possível caminhar nesse sentido. 

Já alguma vez se perguntaram o que estarão a fazer daqui a 5 anos? Eu já. E imagino-me para além desse tempo a fazer aquilo que já faço actualmente com a junção de outras coisas que ainda hei-de descobrir. 

A escrita, vai perseguir-me para o resto da vida. O empreendedorismo também, obviamente. A arte, a Cultura, a Literatura, penso que são temas inesgotáveis e aqui no blogue não irão faltar.

Vejo-me daqui a 5 anos financeiramente estável, com uma casa fantástica, com alguns livros publicados, com uma família feliz, com amigos para a vida inteira, com tempo para mim e para ajudar os outros. 

Se tenho o sonho americano? Talvez. E por que não um sonho Português? 

quinta-feira, 15 de outubro de 2015

Faltam apenas 10 dias


Faltam apenas 10 dias para o grande Evento que vai reunir 12000 pessoas no Meo Arena para assistirem a um momento único na vida e carreira do cantor Português, Mickael Carreira.

Os bilhetes ainda estão à venda. Se deseja ir a este evento deixo os contactos aqui em baixo.

(+351) 926321035 ou 964401464

terça-feira, 13 de outubro de 2015

Apetece-me escrever - Feliz dia Mundial do Escritor

Apetece-me escrever.
Apetece-me desenhar as palavras
especialmente no dia de hoje.
Apetece-me abraçar a arte
e dizer que a sinto cá dentro.
Apetece-me felicitar todos aqueles
cuja arte das palavras lhes penetra na pele.
Apetece-me saborear cada letra como se fosse mel.
Apetece-me, apetece-me...
Oh! Quanto me apetece escrever coisas sem fim.
Como se não tivesse ninguém a olhar para mim.
Queria voar com as palavras, tal como elas fazem comigo.
Bailar numa brincadeira de crianças num abrigo.
Apetece-me chorar, rir, brincar, correr, saltar...
Apetece-me dizer que as palavras nasceram para ressaltar
a importância da vida, as belezas sem par,
os anseios, os recreios, as lições...
Apetece-me dizer à escrita que me rodeia
que me renova a cada dia, que me premeia
cada vez que a inspiração aparece.
Simplesmente a sociedade merece,
que a escrita seja eterna.
Pois, quem da escrita se veste
jamais se despe dos improvisos.
Apetece-me brincar com as palavras
como se ainda tivesse tempo de o fazer.
Apetece-me, apetece-me...
Tudo aquilo que me apetece está na arte de escrever!

Jovita Capitão, Rainha das Insónias.

sábado, 10 de outubro de 2015

Recordações!


Tenho uma missão nesta terra.
Algo sublime quero provar.
E enquanto eu cá andar
Nada é impossível de concretizar.

Os sonhos são sempre possíveis
enquanto existe vida em nós.
Se não desistirmos, não estamos sós.

A vida abre-nos portas
para que possamos voar.
Ou aproveitamos as oportunidades
ou dificilmente elas vão voltar.

Eu sei o que quero da vida.
Embora muitas vezes ande perdida.
Faz parte do meu crescimento
interrogar-me a todo o momento.

Ter uma vida preenchida
amigos, uma família querida,
ter uma casa e uma avenida
basta isso para me sentir agradecida.

Jovita Capitão, Rainha das Insónias.

terça-feira, 6 de outubro de 2015

Uma tarde bem passada!


Queridos leitores e amigos da Rainha, hoje fui até ao Seixal por diversos motivos, sendo uns de carisma profissional e outros de carisma pessoal.

Deparei-me com este cenário que me deixou fascinada. Apesar de um céu carregado de nuvens, o ambiente era de uma tal tranquilidade que demorei os meus olhos sobre o rio.

Não resisti e tirei uma foto para levar comigo um pouco desta calmaria e da magia deste lugar que me acrescentou força para esta semana. 

É importante reservar algum tempo para nós mesmos com o objectivo de limparmos a nossa mente e para irmos buscar a energia que precisamos para atingir novos objectivos.

Convido-vos a visitar este lugar. Foi uma tarde bem passada!

segunda-feira, 5 de outubro de 2015

Impasse!

Estou num impasse
que espero que passe.
Não quero viver
na incerteza.
Num universo
de tristeza.
Mas sim de amor
e de bondade.

Jovita Capitão, Rainha das Insónias.


domingo, 4 de outubro de 2015

As Saudades!

Ah! Sinto saudades de tanta coisa! Por vezes fico numa melancolia de até dá dó. A vontade de chorar é inequívoca. Não há volta a dar. Os trinta anos já chegaram. Dizem que é aos trinta anos que a vida começa ( Eu ainda não vi nada). Mas também já entendi que mais de metade das coisas planeadas, não são para realizar. Muitas coisas ficaram pelo caminho antes de chegar aos 30. Que pena! Tinha tanto que fazer!

Mas, o mais interessante nesta história é que estou numa idade em que, por um lado a responsabilidade pessoal e social é maior, por outro lado ainda tenho tempo para agarrar nos projectos antigos e coloca-los em prática. Sim! A idade dos 30 não é um atestado de velhice, mas sim uma oportunidade de fazer mais coisas de forma mais inteligente. Será? Assim eu espero que seja.

Neste momento, olho para trás e vejo o tempo que perdi em coisas tão supérfulas. Também vejo que ainda vou a tempo de remediar algumas asneiras que fiz durante estes anos. Algo que nunca me arrependo é de escrever. A escrita vai estar sempre agarrada a mim e eu a ela. Somos irmãs! Não poderia ser diferente. 

Hoje, sinto saudades de tudo o que já escrevi, dos poemas, dos eventos culturais, de tudo aquilo que já fiz e pelo qual passei com a vontade de continuar. Também sinto saudades do blogue. Saudades de escrever todos os dias. Saudades de mim. Saudades de cuidar de mim de uma outra forma. As ansiedades da vida obrigam-nos ao pragmatismo. Obrigam-nos a procurar soluções diferentes daquelas que mais desejamos. Mas ainda tenho sonhos. Deveras, não vou deixar de sonhar.

Queridos leitores, hoje partilhei convosco apenas um estado da minha alma. Uma alma de trinta, que se sente com vinte e que gostaria de voltar aos 10 e fazer (quase) tudo diferente. Quero agradecer a vossa paciência com esta Rainha que ora desaparece, ora aparece apenas para poetizar, ora aparece para desabafar, com múltiplos pensamentos.

Espero que continuem desse lado! Um bem-haja a todos!

Entender a minha essência!

Não sou uma artista qualquer.
Sei ser aquilo que eu quiser.
Sou acima de tudo uma mulher
que acredita no melhor que puder.

Não sou aquilo que pensam.
Ingénua sou, mas não deixo pisar.
Se alguém me quiser maltratar
está tramado e não vou perdoar!

Não sou apenas Escritora.
Nem uma simples Poetisa amadora.
Sou mais do que aquilo que podem ver
os olhos daqueles que se querem contorcer.

Se queres saber quem eu sou
vem daí comigo agora.
Para entender a minha essência
é preciso olhar além do lado de fora.

Para me conhecer não basta querer.
É preciso aprofundar
na certeza que por prazer
faço uso da palavra amar.

Sim! Porque eu amo o que faço.
E se um dia deixo de amar.
Um simples nó desfaço
e pulo para outro lugar.

Jovita Capitão, Rainha das Insónias.

segunda-feira, 28 de setembro de 2015

Palavras ardentes

Do meu sangue brotam palavras.
Tochas ardentes do meu leito.
Sublimes, mas firmes, a preceito.
Vêm vestidas de linho e encanto.

Jovita Capitão, Rainha das Insónias.


domingo, 27 de setembro de 2015

E é isto!..

Hoje, apenas quero desejar um resto de bom Domingo na companhia das pessoas que nós amamos e um excelente início de Semana. Que comece com energia para brilhar quer seja no trabalho, quer seja em qualquer outra tarefa.
E é isto!...

Corre!

Nunca fujas de um sonho
mesmo que demore
no final valerá a pena.
Por isso, corre!

Vai adiante, por aí
com ar triunfante
e sorriso contagiante.

Jovita Capitão, Rainha das Insónias.



Agradecimento ao luar

É no fim do dia
quando o luar aparece
que a gente agradece.

Deitando os olhos ao mar
uma nova ideia aparece.
E vamos sonhar.

E a gente não esquece.
Apenas ao universo obedece.
E vamos deitar.

E lentamente fechamos os olhos
e sorrimos ao relembrar os sonhos,
adormecendo devagar.

Jovita Capitão, Rainha das Insónias.

terça-feira, 22 de setembro de 2015

As letras e eu

Viajo por entre as letras com prazer
Gosto de conjugar o verbo ser.
As letras levo no meu coração
para sentir de perto a emoção.

Quando escrevo o mundo muda.
De dentro para fora se conjuga.
Se levo para a cama alguma vírgula
lembro-me de alguma frase ambígua.

Deveras, as letras fazem parte de mim.
É como um coração ou mesmo um rim.
Respiro este ar que me faz falta
sempre que uma voz em mim se exalta.

Supondo que um dia as letras se extinguissem
nem consigo imaginar os dias que se seguissem.
Pois de letras o mundo está cheio
para dar luz a um mundo já velho.

Jovita Capitão, Rainha das Insónias.

segunda-feira, 21 de setembro de 2015

Receita Real

Estava a Rainha no seu trono sentada
perdida nos seus pensamentos
quando uma visita inesperada
irrompeu nos seus aposentos.

O que quereis? - Questionou a Rainha.
Precisamos que faça o jantar.
A nossa cozinheira desapareceu.
Se calhar fugiu com o Irineu
Deixou-nos sem avisar.

Perplexa, a nossa Rainha
não sabia o que pensar.
Lá fora já estava escuro.
Seriam horas de jantar?

O que quereis que eu faça,
se nem sei cozer massa?
O que faria eu na cozinha?
Não sou eu a vossa Rainha?

A cozinheira não está.
O cozinheiro também não.
Vá lá, não seja má.
Faça o melhor de seu condão.

A Rainha já rendida
pois de forme estava perdida
aceitou o desafio
e rendeu-se ao elogio.

Enfiou-se na cozinha
pequena, mas quentinha.
Lá dentro não sentia frio.

E já que estava com fome
foi procurando ao acaso
e lá se desenrascou.
Uma receita nova inventou.

Uma pitada de amor
Meia tigela de amizade
Um pouco de luar 
Meia caneca de liberdade.

Uma colher de paixão
Uma terrina de sabedoria
Uma pitada de visão
Um desejo de alegria.

A partir desse momento
A surpresa foi geral.
Tudo mudou na cozinha
da nossa casa real.

Jovita Capitão, Rainha das Insónias.

quarta-feira, 16 de setembro de 2015

Na passadeira vermelha



Fui à festa morena
e de glamour me vesti
para dar impacto à cena
de preto chique me vesti.

Naquela passadeira vermelha
vi o sonho passar por mim.
Jamais me passou pela ideia
que estaria numa festa assim.

No dia 12 de Setembro
foi inaugurada a nova morada.
Ainda há quaisquer dúvidas
que estou bem acompanhada?

Jovita Capitão, Rainha das Insónias.

sexta-feira, 11 de setembro de 2015

As verdadeiras mudanças

Mudei por fora, mas não por dentro.
Sou a mesma, em todo o momento.
O que muda em mim, são as andanças.
São essas que fazem as verdadeiras mudanças.

As mudanças vêm de dentro.
Pois é lá que se encontra a essência.
Por fora o que pode mudar
é apenas a nossa aparência.

Jovita Capitão, Rainha das Insónias.


quarta-feira, 9 de setembro de 2015

O início de uma nova etapa

A data aproxima-se e marca o fecho de um ciclo e o começo de uma nova etapa. As primeiras três décadas da minha vida fecham a dia 14 deste mês. Por isso, começa agora uma nova etapa com novos desafios e novos sonhos. 

Existem algumas blogueiras que já fizeram resenhas e vídeos sobre aquilo que elas desejam fazer ou que já fizeram antes dos 30 anos. Mas eu, como não tive tempo, vou fazer o contrário. Vou enumerar 30 coisas que desejo fazer depois dos 30 anos e vou fazer todos os possíveis para cumprir.

Num próximo post vou listar as 30 coisas que quero fazer depois dos 30 anos e vou pedir aos seguidores da Rainha, que me acompanhem neste meu percurso de forma que também se sintam inspirados a fazer o mesmo.



terça-feira, 8 de setembro de 2015

Jogos de poder

Do poder -  Existem jogos.
Formas habilidosas de fazer.
Dos queixosos - Paciência.
Não há grande coisa a dizer.

Não há resposta plausível
a quem dele respira.
Para mim, tanto faz
ser verdade ou mentira.

Tento afastar-me de quem
faz do poder o Cetro.
Um dia és Rei
no outro és boneco.

Jovita Capitão, Rainha das Insónias.



quarta-feira, 2 de setembro de 2015

Voar longe!

Entra pela madrugada dentro
uma vontade de voar longe.
De sonhar mais alto.

A lua dá-me energia
para crer que sou capaz
de dar o salto.

Jovita Capitão, Rainha das Insónias.

terça-feira, 1 de setembro de 2015

O grande dia aproxima-se!

Aproxima-se o grande dia.
Já sinto os ventos da mudança
Estamos em plena harmonia.
Eu e tu, nesta dança!

Sei que é possível ser feliz.
Apesar das contrariedades.
Pois, qualidade de vida
não se mede por idades.

Bem sei que estou mais velha
mas nem por isso menos brilhante.
Cada ano estou mais bela.
E a vida? Ainda mais apaixonante!

Jovita Capitão, Rainha das Insónias.

segunda-feira, 31 de agosto de 2015

Um ano diferente

Queridos leitores e amigos da Rainha, este foi um ano diferente. 

Nos anos anteriores dediquei a vida à minha escrita. Passei dias e horas ao computador a escrever durante horas a fio. Queria viver este sonho com tamanha intensidade de forma a fazer a diferença. A escrita está sempre no meu coração e quando nós, os escritores, e os artistas em geral, quando sentimos que algo nos sufoca, sabemos que a única forma de acalmar a nossa mente é criar alguma coisa. E foi assim durante anos. No entanto a minha vida mudou um bocadinho. Descobri que era cada vez mais difícil sobreviver num mundo em que o dinheiro é Rei e quem não o tem arrisca-se a arrastar-se literalmente a troco de um pedaço de pão. Eu não queria que acontecesse a mim, o que acontece com outros tantos. Sabia que tinha e tenho potencial para fazer mais. Assim, continuei a minha busca pela sobrevivência, em trabalhos precários até Setembro do ano passado. 

Em Outubro conheci a LR. Uma empresa que me fascinou desde o início. Apaixonei-me pelo conceito e iniciei o meu trajecto em part-time. Mantive o meu trabalho precário na área da restauração até Dezembro, data em que decidi tomar conta do meu próprio destino. Em Janeiro, juntei-me à minha cara-metade e aventurei-me por este mundo tão fascinante que se chama: Empreendedorismo. 

Já passaram 7 meses desde que iniciamos esta jornada a dois. Quando temos objectivos bem definidos e sonhos comuns torna-se muito mais simples arriscar. Posso dizer que foi a melhor decisão que tomei até agora. Porquê? Porque estou cada vez mais perto de realizar os meus sonhos. Para quem já me conhece, um dos meus sonhos é poder viver apenas da escrita. É possível? Claro que sim, mas para isso acontecer tive de tomar a decisão de trabalhar por minha própria conta e risco. Ainda não atingi aquilo que mais desejo na vida, mas sei que com todo o empenho depositado ao longo deste tempo, e provavelmente nos próximos dois anos, conseguirei atingir o que tanto quero. 

A vida por vezes faz-nos desviar da rota. A nossa bússola indica-nos outros caminhos. Não vale a pena resistir. Queres um conselho? Vai onde o teu coração te leva, desde que faça sentido. 

terça-feira, 25 de agosto de 2015

Hoje...

Queridos leitores e amigos da Rainha. Hoje estou naqueles dias que só me apetece escrever. Sinto-me com uma mistura de sentimentos que fervilham e não me deixam sossegar. Muitos são os objectivos que tenho em mente para os próximos dias, meses e anos. Como tal, não consigo parar a minha mente e deixar de me preocupar. Sei que às vezes não tenho tempo para vir aqui. Sei que o trabalho chama por mim e que se não o fizer, quem o fará? Pois é. Por isso é que tenho andado ocupada. Mas não desisti da escrita. Não. Nem pensar! Eu amo escrever e vou continuar a fazê-lo. Num futuro muito próximo não faltarão novidades nesse sentido. Quero desde já agradecer todo o carinho, todos os comentários e as visitas que fazem ao meu blogue. São todos muito bem-vindos!

São lágrimas de Sangue

São lágrimas de sangue.
As minhas.
Silenciosas.
Nocturnas.
Alfacinhas.

São lágrimas que se escondem
perante o sorriso rasgado.
Silenciam elas, o meu legado.

São lágrimas que soam
qual alarme.
Sempre que os gritos da alma
se inflamam.

São lágrimas que não controlo.
São gritos que se vestem de silêncios.

São momentos de dor
que são manifestos
apenas em momentos
funestos.

Jovita Capitão, Rainha das Insónias.

quarta-feira, 19 de agosto de 2015

Mãe

A felicidade não é algo banal.
Ela não vem de qualquer maneira.
Tem um brilho especial
que nos abraça a vida inteira.

Quando menos eu espero
a vida muda num instante
e aquilo que eu quero
aparece de rompante.

A felicidade é um diamante.
Daí a importância que tem.
Mas o melhor diamante que temos,
é ter alguém a quem podemos chamar Mãe.

Jovita Capitão, Rainha das Insónias.

quinta-feira, 13 de agosto de 2015

Mudança do vento

Quero silenciar a voz do vento
Calar os lobos uivantes
Seguir o meu caminho
e no último momento
ver que nada ficou como antes.

Jovita Capitão, Rainha das Insónias.

quarta-feira, 12 de agosto de 2015

Sonha!

Quando temos um sonho
não devemos olhar para trás
devemos ir em busca
daquilo que nos satisfaz.

Quando temos um sonho
temos de nele acreditar.
Colocar mãos à obra
para no fim festejar.

Se você tem um sonho
nunca pare de voar.
Pois só é merecedor
aquele que faz acontecer.
Não se trata de sorte ou azar.
Trata-se apenas de amor
e de um grande ser.

Jovita Capitão, Rainha das Insónias.

terça-feira, 11 de agosto de 2015

Concerto de Mickael Carreira - Encerramento da Tour Bailando


Queridos leitores e amigos da Rainha, tenho o prazer de anunciar um dos maiores eventos de 2015.
No dia 24 de Outubro vai ser lançado o perfume oficial do cantor Mickael Carreira, num Concerto único que terá lugar no Meo Arena.

Estou deveras ansiosa por este momento tão esperado! Faço parte da empresa que vai lançar o perfume há quase um ano e posso dizer que estou extremamente satisfeita por fazer parte desta família.

O recinto reunirá cerca de 12.000 pessoas e terá a presença de outras celebridades além do Micakel Carreira.

Quero desde já convidá-lo a assistir a este fantástico evento!

O bilhete tem o custo de 30€ e a oferta do perfume do cantor.

Reserve já o seu lugar antes que esgote!
Contacte-me! (+351) 926321035

sábado, 8 de agosto de 2015

O "LIKE" como vício

Queridos leitores e amigos da Rainha, hoje lembrei-me de falar sobre um tema bastante actual no qual a maior parte das pessoas se identifica. Tem Facebook? Então, faça like e partilhe esta postagem.



Fazer like é deveras um vício! Quem se envolve demasiado no mundo virtual, tem certamente alguma dificuldade em separar o mundo virtual, daquilo que é real. A pergunta é: até que ponto é prejudicial não separar os dois mundos? 

Bem, a nível pessoal posso dizer que dou por mim a fazer like na rua. Nada de mais. Acho até que se tornou um gesto banal e inofensivo. No entanto, como faço para conseguir verdadeiras amizades, se no mundo virtual podemos chamar AMIGO a qualquer um?

Esta é, sem dúvida, daquelas conversas que leva horas a ser desmistificada. Penso que, apesar de ser possível fazer amizades na internet, também é verdade que são bem poucas as pessoas que merecem o estatuto da amizade.

No meu caso, com 1645 "amigos" virtuais, é óbvio que faço uma triagem entre o " trigo e o joio".

Mas agora o leitor deve estar a questionar se eu prezo mais o mundo virtual ou o real. Bem, essa questão não é difícil de responder. Eu adoro comunicar através da internet. É uma forma de chegar a mais pessoas e um modo de divulgação visto que as áreas da Escrita e do Marketing são a minha praia e sem o mundo virtual seria completamente difícil chegar a tantas pessoas.

Em relação ao mundo real, confesso que sinto mais timidez, mais preocupação com aquilo que faço e com aquilo que digo. É difícil separar estes dois mundos tão diferentes, mas que se completam na nossa Era. Se prezo mais um que o outro? Não. São mundos diferentes. Porém, não posso negar que sou apaixonada por tecnologia.

E você, caríssimo leitor. Qual é a sua opinião sobre este assunto? Fico à espera dos vossos comentários!

Estou refém!

A minha vida tem fases
tal como a lua também.
Esta é aquela altura
em que me encontro refém.

Refém daquilo que me move
Refém dos meus sonhos.
Vou deixar que a vida inove
e que me transforme
todos os dias!

Jovita Capitão, Rainha das Insónias.


sexta-feira, 31 de julho de 2015

Uma carta exemplar!



De Jovita Capitão
Rainha das Insónias.

Para: Agosto




Querido Agosto, espero que venhas mais quente e que me alegres todos os dias. Já tinha saudades tuas. Porque é que te foste embora? Sabes, muita coisa passou entretanto desde que partiste. Estive em vários empregos de onde entretanto saí porque não gostei de me sentir presa e sem reconhecimento. Sabes como é que eu sou. Sou de espírito livre e gosto de fazer o que quero. Sempre fui assim. Mas agora, cada vez mais sinto a ânsia de fazer mais por mim. 

Querido Agosto continuo a perguntar porque te foste embora. Não me viste chorar em Dezembro com as chuvas de Inverno. Não sentiste as saudades que eu senti quando fiquei à espera que a minha cara-metade regressasse de férias. Não viste o meu sorriso quando ele finalmente voltou para os meus braços. Também não viste o meu empenho no novo trabalho que pratico agora todos os dias. 

Querido Agosto ainda gostas de mim? Ainda te lembras dos maravilhosos dias de praia que passamos juntos? Aqueles dias de areia e sal que passávamos à beira-mar até tarde... E as noites de Verão? As maratonas de escrita criativa quando as melgas e os mosquitos não me deixavam dormir? Lembras-te?

Querido Agosto. Fico feliz que tenhas voltado. Acredita que não sinto qualquer mágoa em me teres abandonado durante tantos meses. Talvez a nossa relação tenha de ser assim. Não te culpo, pois eu sei que tens mais que fazer do outro lado do mundo. 

Querido Agosto. ficas mais um bocadinho? Quero sentir-te este ano como nunca te senti. Quero andar apaixonada, rir na alvorada, deitar-me nas noites quentes e olhar a lua que brilha como nunca!

Querido amigo mês de Agosto. Escrevo-te esta carta para que Verão após Verão regresses para mim, sem que seja preciso dizer-te nada. Sei que o nosso amor é recíproco. Por isso é que voltas sempre para os meus braços.

Querido Agosto. Só mais uma coisa! Podes aquecer os dias a todos aqueles que passam dificuldades? Sim. Todos eles precisam de ti. Obrigada por tudo!

Um abraço desta tua querida admiradora e amiga Jovita Capitão
Rainha das insónias nas noites de Inverno e nas noites de Verão.


segunda-feira, 27 de julho de 2015

Metade Cigarra, metade Formiga!



Todos nós temos um pouco de Cigarra e um pouco de formiga. Toda a gente precisa de trabalhar para sobreviver e todos nós merecemos descanso. Todos nós merecemos ter uma vida melhor envolta em sonhos, mas antes de alcança-los precisamos fazer alguma coisa. 

Por isso é que digo que todos somos metades distintas. Uma metade de mim quer ser Formiga, a outra quer ser Cigarra. O que devo fazer? 

Bem. Isto não é assim tão mau. Ninguém ao cimo da terra é uma só coisa. Eu, por exemplo, gosto que fazer coisas muito distintas. Gosto de escrever, de ler, de viajar. Gosto de Literatura, cultura, Arte. Mas também gosto de empreender, gosto de trabalhar, gosto de liderar um projecto, sou focada, empenhada e amo tudo aquilo que faço. 

Voltando ainda aos estereótipos, porque razão os que gostam mais da formiga por ser trabalhadora, desprezam a Cigarra só porque gosta mais de cantar? E por que motivos os adeptos da Cigarra, da Arte, da Cultura e do bem-estar desprezam aqueles que, de sol-a-sol se dedicam a trabalhar? 

Ambos estão certos. Não temos de criticar! Cada um sabe de si e dá de si mesmo aquilo que pode dar.

A importância da imagem pessoal

Queridos leitores e amigos da Rainha, hoje decidi escrever sobre um assunto que me afecta pessoalmente e acredito que também seja do vosso interesse. 

Com certeza que com a correria do mundo moderno, as circunstâncias nos levam para caminhos bem diferentes. Alguns deles são tão distantes que criam um conflito de imagem. Esse conflito acerca da imagem que queremos transmitir traz-nos sentimentos dúbios e stress acrescido devido aos inúmeros estereótipos a que somos sujeitos. 

Eu noto essa diferença por várias razões, que por sinal incomodam mesmo! Eis o meu exemplo:

Eu trabalho em áreas muito distintas neste momento. Uma delas é a Escrita. A Escrita é o meu sonho, um estilo de vida mais calmo, algo que eu amo fazer e nunca me canso. A Escrita faz-me sentir viva, feliz, satisfeita com a vida. Mesmo que não ganhasse nem um cêntimo, era capaz de o fazer a vida inteira porque faz parte da minha essência e mesmo que eu faça outras coisas ela está lá para me ouvir, para me motivar, para me alegrar, para me incentivar a continuar. A imagem de um Escritor é uma imagem positiva. Ninguém se afasta de ti se disseres que és Escritor. As pessoas têm um carinho especial por ti mesmo que não gostem de ler. 

Outra área em que trabalho tem a ver com o empreendedorismo. Eu gosto de me sentir livre, não gosto de depender daquilo que os patrões dizem. Gosto de fazer as coisas com iniciativa. Sou empreendedora por natureza e gosto de me reinventar a todo o instante. Foi por isso que decidi entrar na LR, porque desejo concretizar os meus sonhos. Quero mais da vida! No entanto, a imagem positiva funde-se com outra que me faz sentir a rejeição de perto. A LR é uma Empresa de venda-directa que possui um conceito de Marketing muito atraente. Tem produtos de topo certificados pelos melhores e mais rigorosos Institutos. Trabalha em parceria com celebridades internacionais. Mas, apesar disso, a maioria das pessoas não acredita que é possível viver honestamente numa empresa de Marketing. 

Esse fosso que existe entre uma imagem e outra faz-me entender que ainda existem estereótipos. A grande maioria das pessoas apenas olha para a aparência e não se esforça para conhecer o outro "eu". 

A imagem pessoal é importante, no entanto, mais importante ainda é a pessoa que está por detrás da imagem. Todos nós temos uma história, um percurso, uma vida. Por isso, para quê olhar apenas a aparência?

terça-feira, 21 de julho de 2015

Vou colocar as insónias em dia!

Hoje vou colocar as insónias em dia. Já não suporto mais estar longe daquilo que já é intrínseco em mim desde que me conheço. A Escrita fez parte do meu crescimento como pessoa e como mulher e continua a facilitar-me a vida em termos de compreensão do mundo que me rodeia.

Confesso que, um dia, fiquei receosa que a vida me levasse a outros contextos e que me fizesse esquecer esse grande amor. Felizmente, isso não aconteceu. Quando se nasce com o dom da palavra, dificilmente a pessoa se distancia. Posso passar por diversas coisas que nada têm a ver com a escrita, posso ter de trabalhar em outros contextos, mas não consigo parar com a escrita de forma total. Vou certamente carregar este prazer ao longo de toda a vida!

Hoje, vou colocar as insónias em dia, pois apetece-me escrever, apetece-me ler, apetece-me poetizar, apetece-me abraçar as palavras e pedir-lhes para ficar. E vou tentar sonhar enquanto escrevo. Sonhar com as inúmeras possibilidades que podemos ter se assim o desejarmos.


sexta-feira, 10 de julho de 2015

Congresso Internacional: " Língua Portuguesa: uma língua de Futuro"


O Congresso Internacional da Língua Portuguesa realiza-se de 2 de Dezembro a 4 de Dezembro de 2015, no Convento de S. Francisco, em Coimbra, no âmbito dos 725 anos da fundação da Universidade de Coimbra.

Para mais informações, clique no link abaixo.

https://www.facebook.com/events/828628990566901/

terça-feira, 7 de julho de 2015

As Tertúlias

Nas Tertúlias, o saber
é um jogo perfeito.
Lêem-se poemas aos molhos.
Difícil é escolher o eleito.

Nas Tertúlias, o convívio
é de estrema harmonia.
A alma de quem escreve
transmite boa energia.

Nas Tertúlias, as pessoas
são nobres sonhadores.
Falam de amigos e amores
e também das suas dores.

Nas Tertúlias, os poemas
são os Reis do momento.
Toda a atenção é dirigida
para o seu entendimento.

Nas Tertúlias, o vento,
fica deveras lá fora.
Pois os nobres sentimentos
são de luz e de memória.

Jovita Capitão, Rainha das Insónias.

segunda-feira, 6 de julho de 2015

O Pavão e o seu espanador




Era ele um bonito Pavão.
Achava que ninguém
lhe dizia que não.

Até mil vénias fazia seu irmão
com miseráveis hérnias
sem nenhuma solução.

Um dia o dito Pavãozeco
decidiu ser malandreco.
Convidou a vizinha para sair.
E arranjou-se todo boneco.

Mas a dita era esquecida.
E deu-se como desaparecida.
Deixou o Pavão pendurado.
E fugiu com o novo namorado.

Coitado do nosso Pavão.
Ficou todo envergonhado.
E com o espanador na mão
fugiu para outro lado.

Jovita Capitão, Rainha das Insónias.

Devaneios

Aproxima-se uma data que me vai mudar para sempre. Passou mais uma década, totalmente diferente da anterior. No entanto, espero o melhor!

Não sei se deixei de sonhar, ou se os meus pés fixam mais o chão. Mas de algo tenho a certeza: vou continuar o caminho da auto-descoberta.

Nunca sabemos quem somos na totalidade. Vamos reinventado cada momento da nossa vida.

É bom que seja assim. A surpresa de ver chegar um novo dia!

As expectativas são as melhores apesar de sentir medo. Mas medo para quê? Bem, não é exactamente medo. É ansiedade. É receio do que ainda não conheço.

Sei que ainda tenho muito a descobrir sobre mim, sobre os outros, sobre o mundo em que me insiro.

Deixo-me levar pelo coração, a cada dia que passa. Preciso de tempo para reflectir sobre este novo tempo que se avizinha.

A Rainha, vai continuar. Talvez, diferente! Mas vai com certeza continuar por aqui. A poesia, a arte, a cultura, algo sobre empreendedorismo, sonhos, ideias...

Tenho ainda muitas coisas que quero fazer neste espaço. Tenho ainda muito a experimentar nesta vida!

Obrigada por continuarem desse lado.

Os Porquês

A vida surpreende-me a cada passo que dou.
E mudo lentamente a forma como eu sou.
Sem me dar conta, mudo outra vez.
sem ter certeza de todos os porquês.

Jovita Capitão, Rainha das Insónias.

terça-feira, 30 de junho de 2015

Ponto de situação da Rainha



Olá queridíssimos leitores e amigos da Rainha. Sei que tenho andado focada em outras coisas e que por esse motivo estou em falta aqui no blogue. Se eu deixei de escrever? Não. Não deixei de escrever, nem deixei a Arte e a Cultura de parte. Apenas adio alguns sonhos em troca de muito trabalho. 

Sim. Eu sei que vos parece estranho. Eu sei que não tenho estado muito presente nos primeiros meses do ano. Mas acreditem que vai valer a pena este esforço diário. 

Passei aqui hoje, porque senti uma enorme vontade de partilhar convosco as minhas alegrias. Em breve direi o motivo da minha felicidade. 

Hum... será um livro novo? Serão umas férias? Estarei apaixonada?... Tantas hipóteses, meu Deus! :)

Bem, posso apenas adiantar, que a vida só faz sentido se lutarmos pelos nossos sonhos. Não basta apenas sonhar com aquilo que se deseja. É preciso colocar as mãos na massa e trabalhar para os realizar!

Muito em breve terão notícias minhas! E poemas? Poemas também! :)

sexta-feira, 26 de junho de 2015

A poesia está sempre presente!

A alma de um poeta nunca morre
vive dentro de nós em cada pensamento.
Tudo o que sou já existe
e transmito-o a todo o momento.

Subtilmente a poesia toca-me.
Persegue-me para todo o lugar.
Ela pode estar num momento
e até num simples olhar.

A poesia está presente
mesmo quando não pensamos nela.
Podemos olha-la através do vento
ou do tempo que nos chama pela janela.

Jovita Capitão, Rainha das Insónias.




sábado, 6 de junho de 2015

Esperança!

O meu sorriso exterioriza o que sinto.
Mas nem sempre é cem por cento.
Visto que no meu coração cinzento
paira uma preocupação no momento.

Queria contar meu sofrimento.
Deslindar a velha história
que tenho na minha memória.
E que as mágoas, as levasse o vento.

Mas a esperança de dias melhores
desperta-me a vontade de lutar!
Queria ver o mundo com mais cores.
esquecer de vez as tristezas e sonhar.

Jovita Capitão, Rainha das Insónias.


sexta-feira, 5 de junho de 2015

Continuarei a acreditar!

Não quero escrever algo banal.
Não quero enfrentar nenhum vendaval.
Comentários vãos fazem desanimar
quem, pelas mãos, luta para criar.

Não quero ser igual a ninguém.
Não é pelos outros que meu coração se sustém.
Simplesmente, dito o meu presente
sem, no entanto, estar ausente.

Não quero as guerras do mundo real.
Acredito num mundo mais natural.
Sem medos, suspiros ou ouros destaques.
Não quero prisões, nem outros ataques.

Quero ser livre de me expressar.
Queria ser pássaro, poder voar.
Seguir adiante sem desanimar.
Com ar triunfante, continuarei a acreditar!

Jovita Capitão, Rainha das Insónias.

Viver é sonhar!

Viver em sintonia
com os nossos desejos
é pura magia
é frescura de beijos.

Viver é acordar
abrir a janela de par em par,
ouvir uma Música que paira no ar...
viver é sonhar!

Jovita Capitão, Rainha das Insónias.

terça-feira, 2 de junho de 2015

Cuidados com o Sol


Queridos leitores, hoje saio um pouco do meu registo literário para falar sobre um tema comum que interessa a todos.

Estamos quase a entrar na época balnear e é natural que nos comecemos a preocupar com a exposição ao sol. Embora esta preocupação devesse existir ao longo de todo o ano, é certo que é nesta altura que nos preocupamos mais.

Este ano, decidi apostar em força em produtos naturais, sendo que quero mostrar-vos um produto que, sem dúvida, é o meu predilecto do que toca à protecção solar.


O Protector Solar da LR em Spray é excelente para quem não gosta de "perder" tempo a proteger-se. Trata-se de um produto natural à base de Aloé Vera, simples de manusear, factor 30 e que pode ser usado por adultos e crianças. A única excepção é o rosto. Visto tratar-se de um spray cuja vaporização é efectuada em pressão, não é recomendado para o rosto. Para esse efeito existem produtos mais adequados.

Eu gostei particularmente deste produto por uma simples razão. Quando o utilizei dei-me conta que não arde na pele como a grande maioria dos Sprays. E isso deu-me confiança para me apaixonar por ele. Além disso, é fresco, hidrata a pele e deixa-a macia. 

terça-feira, 26 de maio de 2015

Eu e Tu

Soletra devagar o meu  nome.
Sobre as letras, coloca perfume
Entoa melodias qual costume
e esquece qualquer azedume.

Triunfa sobre ti próprio
Esquece qualquer estereótipo
Abraça-me com olhos de ver
e diz-me o que para mim queres ser.

Jovita Capitão, Rainha das Insónias.

Somos Atletas!

Vou contar-vos uma história.

O João adorava correr. Um dia sonhou tornar-se Atleta de Alta Competição. Mas ele tinha um problema. Uma doença degenerativa nos ossos impedia-o de concretizar o seu sonho. No entanto, todos os dias depois das aulas treinava como podia. Começou por andar 100 metros por dia até se sentir cansado. Quando parava, descansava durante cinco minutos e depois continuava. Os colegas gozavam com ele por ser diferente. Isso deixava-o muito triste. 

Certo dia, ele decidiu superar o problema físico e desafiou-se a fazer mais quilómetros. Passou para os 200, depois para os 300, depois para os 400 e depois começou a correr bem devagar. Era pouco, mas era aquilo que mais o aproximava do seu objectivo.

O tempo passou e o João passou a dedicar uma boa parte do tempo a treinar para uma competição imaginária consigo mesmo. Os outros, continuavam a vê-lo sozinho, a correr, mas feliz. Começaram a ficar intrigados com a persistência dele.

Assim, enquanto os outros passeavam, comiam, dormiam,... o João corria. E cada dia a superação era maior. Podemos imaginar, quanta satisfação pessoal!

Apesar da felicidade que sentia, a doença não costuma perdoar. João piorou e teve de parar de correr durante uns tempos.

Deitado numa cama de Hospital, desejava sair dali, andar, correr, ser como toda a gente! Bem, ser como toda a gente não. Ele desejava ir mais além. 

Desanimado, o João, pensou que nunca seria capaz de realizar o seu sonho. Nessa noite nem dormiu. 

Na cama ao lado, estava uma menina de olhos azul céu. Também ela estava doente. E também ela tinha um sonho. Queria voar! Por isso é que estava internada. Lembrou-se de saltar da varanda para sentir a Liberdade de poder voar. 

-És doida!- Tinha-lhe dito o João. Mas no fundo entendia-a. Também ele desejava sentir a liberdade das caminhadas que fazia. Sentir o vento nos cabelos enquanto corria.

Um dia ainda vamos voar juntos! -  Dizia a pequena Joana, cujas lágrimas corriam cara abaixo como duas gotas de água, tão azuis como o próprio céu. 

Anos mais tarde...

Era verão. Estava um sol quente e uma tarde feliz. O João preparava-se para embarcar no vôo das 17.30h para Berlim. Chegada a hora, entrou no aparelho e procurou um lugar para se sentar. E foi junto à janela, observando a liberdade das aves que sentiu a mão da Joana. 

- Olá! Lembras-te de mim?

Olharam-se profundamente e sorriram um para o outro como se aquele avião estivesse vazio. Tinham passado 12 anos desde que se tinham conhecido no Hospital. João viajava para Berlim, para uma corrida de alta competição. Joana, tinha concretizado o sonho de voar, tendo sido aceite para trabalhar numa companhia aérea. 

Como é que os nossos amigos conseguiram concretizar os seus sonhos? Bem, vamos recuar uns anos na história.

Joana, depois daquele susto, nunca mais saltou da varanda, para descanso dos pais. No entanto, todos os dias olhava para o céu e desejava partilhar esse espaço com as aves que esvoaçavam em plena liberdade. Decidida, assim que pôde enfiou-se num curso de ciências aeronáuticas, já que isso a aproximava do seu objectivo. Terminou o curso e teve a sorte de conseguir estagiar numa companhia aérea Alemã. Esteve nesse lugar 6 meses e como gostaram do trabalho dela, acabou por ficar na empresa. 

O João, depois daquela paragem hospitalar, começou a praticar desporto por recomendação médica. Recomendaram-lhe um Ginásio perto de casa, onde todos os dias era assistido por um médico competente. Aos poucos começou a sentir-se melhor. Durante todo aquele tempo dedicou-se aos treinos, sem faltar. Ao mesmo tempo, procurou fazer uma alimentação equilibrada e procurou a ajuda de suplementos nutricionais 100% naturais para o ajudar a recuperar em caso de lesão. 

Agora, João e Joana voltaram a encontrar-se de forma insólita. Duas pessoas com sonhos diferentes, que se sentiam iguais porque tinham superado as dificuldades e concretizado sonhos antigos. Imaginem quanta felicidade sentiram ambos ao se reencontrarem! Conseguem imaginar este sentimento bom de superação?

- Somos Atletas! - Tinha dito o João.

(Continua...)

sábado, 23 de maio de 2015

Sublime prazer!

Sublime prazer
que sinto ao escrever!
Festejo com as letras
numa dança sem fim.
Elas abraçam-me num frenezim!
Mesmo sem querer,
voltam sempre para mim!

Jovita Capitão, Rainha das Insónias.

A razão de ser Poeta

Estou à beira de mim mesma,
segurando o coração,
para dar asas à imaginação.

Olho-me ao espelho.
O que vejo?
Uma alma em transformação.

Singela imagem
nesta grande viagem.
Direcção incerta.

Porém, na altura certa
descubro a razão
de ser poeta.

Jovita Capitão, Rainha das Insónias.

sexta-feira, 22 de maio de 2015

Curso de Instrutores de Krav Maga - Inscrições abertas!!!


O Krav Maga é uma modalidade desportiva de defesa pessoal que está cada vez mais na moda. Esta prática tem levado muitos a querer aprender a defender-se no caso de uma afronta à integridade física. O que faz todo o sentido, pois sabemos que temos um mundo todo virado do avesso. 

À parte da necessidade de defesa, muitos também querem aprender porque tal como outro tipo de desporto faz bem ao nosso estado físico e mental, libertando toxinas do nosso corpo durante o treino.

É por isso que foi criado o " Curso de Instrutores de Krav Maga KG"

Vantagens:
Valor do curso: 230€ ( facilidades de pagamento)
Manuais e t`shist incluídos no valor do curso.
Oferta da estadia no Hotel para quem morar a mais de 50 Quilómetros.

Data do curso: 6 e 7 de Junho de 2015

Para mais informações contacte o Sr. Karlos Guerra, mentor deste projecto.

Contacto: 926551700

terça-feira, 19 de maio de 2015

Divagando devagar...

Devagar, divago pelas fronteiras da escrita
promovendo a minha paixão pela dita
ansiando voltar ao antigamente
querendo ser lida por toda a gente.

Bem devagar imagino o mar
o horizonte pintado
de um mar nada agitado
e num calor danado
uma imensa vontade de me refrescar!

Divago, bem devagar
por entre as verdes folhas das videiras
que por essas terras aduaneiras
esperam que alguém as vá podar.

Eu também preciso de podar
algumas arestas que se insinuam
nesta pele, neste corpo, nesta vida,
que se aglomeram aos montes
e que turvam horizontes.

Por isso é melhor ir devagar
e de quando em vez, divagar.
Lutando para um dia renovar
as ideias que me fazem sonhar.

Jovita Capitão, Rainha das Insónias.


segunda-feira, 18 de maio de 2015

É simples ser feliz!

É simples ser feliz!
Basta acordar com uma ideia
ou com uma directriz.
Fazer algo à maneira!
Ser dono do seu nariz!
Atentar na vida
como se dependesse disso.
Ter atenção aos outros
e ao imenso desperdício.
Sorrir até não aguentar.
Abraçar alguém que acabou de chegar.
Viver é tão simples que todos deviam lembrar
que as guerras são inúteis e nos fazem desacreditar.
Que a vida é tão bela, como um pedaço de canela,
ou como uma simples flor que tem o sol a olhar para ela.

Jovita Capitão, Rainha das Insónias.

quinta-feira, 14 de maio de 2015

O poema era eu!

Tentei escrever qualquer coisa.
Mas aquilo que escrevi, apaguei.
Não era aquilo que desejava
por isso, minha atenção desviei.

Olhei para a lua a ver se me lembrava
de algo bonito que pudesse escrever.
Mas a ideia não me apanhava
e eu, nem a ela conseguia ver.

Olhei as flores adormecidas
no imenso jardim que conheço.
E a emoção foi tão forte!...
Isso sim, eu não me esqueço.

Continuei a tentar escrever.
Só que acabei por adormecer.
Mas no dia seguinte percebi.
O poema era eu e estava ali.

Jovita Capitão, Rainha das Insónias.

terça-feira, 12 de maio de 2015

RE-COMEÇAR! - Acróstico

Recomeçar é fascinante
Encontrar um diamante
Começar algo novo
Ouvir mais o povo
Melhorar a vida
Encontrar a saída
Conversar mais
Amar mais
Rir mais

Jovita Capitão, Rainha das Insónias.

Voltei!

Há muito que por aqui não passo.
Há muito que mudei o meu foco.
Mas não gosto deste embaraço.
Não pensem que já não me importo.

A escrita está bem viva na minha mente.
E como sabem, quem cala nem sempre consente .
Visto que a Literatura está sempre presente,
Decidi deixar de estar ausente.

Jovita Capitão, Rainha das Insónias.

domingo, 3 de maio de 2015

Reflexões no dia da mãe

Há precisamente trinta anos que dei o meu grito de guerra. Gritei, chorei, me acalmei e decidi abrir os olhos para um mundo diferente. Senti um arrepio, fiquei com frio e desejei voltar para o lugar do qual saí. No entanto, as novas cores ao meu redor, fizeram-me esquecer aquele acontecimento traumático. Dei por mim a sorrir ao olhar o rosto da minha mãe. Adormeci. Tranquilamente desejei manter-me assim, naquele aconchego. Queria que durasse para sempre. 

sexta-feira, 1 de maio de 2015

Poema embrulhado

Tenho um embrulho
no meu coração.
Quero dividi-lo
mas tenho uma questão:

Não sou eu uma pessoa inteira?

Desembrulho o embrulho.
Encontro arestas.
Tento lima-las
com ou sem festas.

Mas tudo aquilo que sou
não posso dividir.
A essência é uma só.
Não posso dormir.

Não vale a pena embrulhar
este meu querido coração,
Pois, sei que não vou mudar
a minha direcção.

Aquilo que eu tenho
posso perder ou ganhar.
Mas aquilo que sou
isso ninguém pode tirar!

Jovita Capitão, Rainha das Insónias.

segunda-feira, 27 de abril de 2015

Jovita Capitão - Nomeada Supervisora Adjunta para a Europa



Queridos leitores e amigos da Rainha, hoje recebi esta boa surpresa. Fui nomeada Supervisora Adjunta para a Europa, no Movimento União Cultural.

Faço parte deste Movimento desde Janeiro de 2014 e desde então tenho tido funções relevantes dentro da área da Cultura. 

É para mim um enorme prazer fazer parte deste intercâmbio cultural que se vem desenvolvendo ao longo de vários anos.

Espero, porém, estar à altura de tal cargo, pois a responsabilidade é cada vez maior.

Agradeço ao Luiz António Cardoso, Presidente do Movimento, a oportunidade de fazer parte desta grande família.

Arquivo do blogue