sábado, 2 de fevereiro de 2013

Pediram-me poemas.

Pediram-me poemas
então eu os fiz.
Pediram-se sorrisos
e eu os dei.
Pediram-me abraços
eu não recusei.
Pediram-me amizade
eu não me esquivei.
Pediram-me uma ideia
eu não recuei.
Pediram-me dinheiro...
e eu já não tinha mais nada a oferecer.
O que teria eu mais a perder?

Então passei a responder:
"Na verdade isso não te posso dar
porque o meu valor está em amar
aqueles que me amam também."

Jovita Capitão, Rainha das Insónias.

sexta-feira, 1 de fevereiro de 2013

"Eu escrevo o meu Primeiro Romance" - de Louis Timbal-Duclaux

Queridos leitores, num mundo em que o número de pessoas que escrevem é cada vez maior, acho importante a leitura deste livro."Eu escrevo o meu primeiro romance" de Louis Timbal-Duclaux, é um livro que serve como manual para quem quer começar a dar os primeiros passos na escrita.

O primeiro contacto que tive com este livro foi na Biblioteca D. Dinis, há uns bons anos atrás. Tinha ido requisitar uns livros para fazer um trabalho e encontrei-o por acaso numa das prateleiras. Não resisti e trouxe-o para casa. Durante um mês anotei tudo o que era importante para o meu percurso literário. De uma forma frenética, fiz todos os exercícios e aprendi imenso. Entretanto o tempo passou, entreguei o livro e nunca mais pensei nele até que o vi de novo, desta vez à venda numa feira do livro daquelas que têm livros mais antigos e fiquei eufórica. Escusado será dizer que o comprei mesmo. Assim, de quando em vez, posso consulta-lo como guia cada vez que necessito de o fazer.

Um escritor que se preze necessita de aprender todos os dias, de escrever todos os dias, de fazer pesquisas todos os dias, ler bastante todos os dias e estudar continuamente todos os dias. E porquê? Porque se não fizer isso a sua escrita não vai passar de um passatempo que faz nas horas vagas, ou seja, não consegue ser um profissional. Para quem deseja ser um profissional na área da escrita aconselho a leitura deste livro. No entanto, não se esqueça que este, é apenas um dos muitos livros que pode procurar para aprender mais. Pois, o percurso literário é um percurso longo e continuo. Treine todos os dias e não desista de tentar.

Espero ter ajudado, com esta dica.

Cumprimentos a todos
Jovita Capitão

O coração é que manda

Procuro a solução
dentro de mim,
mas meu coração
apenas ri e não decide.

É um criado preguiçoso
que não quer andar
Rebelde, mentiroso
que me quer matar.

Mas afinal quem manda?
Sou eu ou meu coração?
Por vezes é ele que anda
quando eu perco a razão.

Jovita Capitão, Rainha das Insónias.

quinta-feira, 31 de janeiro de 2013

"Com a Cabeça nas Nuvens" - de Susana Tamaro

Queridos leitores vem aí o dia dos namorados e como não podia deixar de ser muita gente anda com a cabeça nas nuvens por esta altura, não é verdade?

Assim, hoje quero apresentar-vos este livro. " Com a cabeça nas nuvens" de Susana Tamaro é um livro especial. Foi o primeiro livro publicado da autora. Mas atenção que não foi o primeiro que ela escreveu, foi sim, o primeiro que ela conseguiu editar.

Este livro é um livro cheio de fantasia. A realidade e a fantasia juntam-se de uma tal maneira que quem se atreve a ler, ri do começo ao fim. É uma história deliciosa.

Vou deixar aqui a sinopse para lhe aguçar o apetite pela leitura.

"Galardoado em 1989 com o prémio Elsa Morante, este livro de Susana Tamaro, autora do grande bestseller mundial "Vai onde te leva o coração"...vem confirmar a originalidade e a arte desta escritora italiana. A fuga incessante ao destino inevitável de se tornar adulto é o móbil de Ruben, o adolescente que protagoniza o romance. Vivendo inicialmente num mundo idílico de fantasia e liberdade, Ruben vê-se obrigado a actuar e a cumprir as regras severas que Oskar, o seu intransigente perceptor, lhe impõe. Mas Ruben foge  conduzido pelo pânico, iniciando uma viagem mirabolante durante a qual  se vê envolvido com personagens excêntricas e inquietantes, em ambientes surreais. O seu rumo? A américa onde se encontra o riquíssimo tio Isacc e onde Ruben crê ser possível fazer perdurar a sua infância. Contudo... evaporados os sonhos da adolescência, Ruben regressa a casa descobrindo o que deles resta intacto em cada um de nós."

E que tal, ficou com vontade de ler? Procure-o nas livrarias.

O meu coração

O que será isto que tenho
dentro do meu coração?
Sinto que é obra e engenho,
talvez uma criação.

Numa epifania interessante
de repente entendi
o que se passa num instante
dentro de mim e de ti.

Meu coração bombeia
o sangue que nele atravessa
e a qualquer minuto incendeia
meu inteiro corpo numa promessa.

Mas será que interessa
saber como funciona?
Na verdade meu coração
quase vive numa redoma.

Quero apenas saber
que ele bate por ti.
E o teu coração,
bate ele por mim?

Jovita Capitão, Rainha das Insónias.

Não te condeno insónia minha!

Torturas o meu pensamento
queres que eu fique acordada
mas não estás em julgamento
eu é que me sinto estoirada.

Quero dormir, mas não sou capaz.
a vontade de escrever é maior.
mil pensamentos sobrevoam
minha mente, em meu redor.

Não te condeno insónia minha!

Só quero que entendas
que ser humano eu sou,
preciso descansar as ideias
e agora embora vou.

Jovita Capitão, Rainha das Insónias.

"Pessoas como nós" - de Margarida Rebelo Pinto

Queridos leitores hoje apeteceu-me vasculhar de novo na minha mini biblioteca caseira e lembrei-me de ler de novo este livro que comprei há uns anos atrás.

"Pessoas como nós" de Margarida Rebelo Pinto é um livro que conta a história de várias personagens tão diferentes mas que no fundo têm os mesmos receios, os mesmos sentimentos, têm sonhos e todos lutam por um lugar na sociedade em que vivem. Mas no fundo todas elas são pessoas como nós. Nós, os leitores conseguimos rever-nos em alguns pontos do livro, identificando-nos com esta ou aquela personagem.

Neste livro, a autora revela grandes questões. Eis um excerto da contracapa:
 "O que pode separar duas irmãs? Como se perde uma grande amizade? E o amor de uma vida? Três mulheres entregues à solidão contam a sua história  e acabam por revelar os segredos mais surpreendentes."


Quando comprei este livro, identifiquei-me de certa forma com ele. Margarida Rebelo Pinto é uma escritora notável. " Pessoas como nós" é o quinto romance da autora. Foi aos 7 anos de idade que Margarida decidiu tornar-se escritora. Faz-me lembrar uma pessoa que eu cá sei que decidiu ser escritora dois anos mais tarde. Estou a falar de mim. :)

Esta é a minha sugestão de hoje. Procurem nas livrarias.

quarta-feira, 30 de janeiro de 2013

Lançamento da Colectânea: " Namorar é preciso"


Queridos leitores tenho a honra de vos anunciar o dia do lançamento da colectânea de de Poesia em que participo como co-autora. O lançamento será feito na VII Feira de Artesanato, na Praça D. Miguel I, nº 5 em Santo António dos Cavaleiros, no concelho de Loures, dia 9 de Fevereiro de 2013.

Venha conhecer a feira e leve um livro para casa, para oferecer à sua cara metade.


O livro: "Namorar é preciso" é composto por vários poemas, de vários poetas, sobre o tema: "Amor".

Tenho a certeza que se o comprar, vai deveras se apaixonar!

Sou Artista

Imagem retirada do facebook


Levo uma vida digna
desapegada de bens
apenas amo a arte
e isso bem sabeis.

Escrever é a minha vida
Saber viver também é arte
Por isso vivo decidida
a lutar pela minha parte.

Não ambiciono ter dinheiro
para casas, piscinas e afins.
Só quero que o mundo inteiro
saiba o que me faz feliz.

Ter uma vida modesta
e fazer da arte a minha vida.
Tudo o que me resta
é viver o dia-a-dia.

Mas apesar de assim ser
sou como toda a gente,
também preciso de comer
e isso não é indecente.

O que é indecente
é não ser reconhecida
pela arte bem merecida
que sai da minha mente.

Jovita Capitão, Rainha das Insónias.

Quero avançar, quero progredir!

Quero avançar,
quero progredir,
a solução encontrar
para não cair.

Aqui estou eu
mas quero ir mais além.
E tu que estás aí
de que estás à espera?
Vem!

Vem comigo!
Vamos em frente!
A vida é isto!
A vida é gente,
é movimento,
é criatividade,
é amizade,
é alento,
é vaidade ,
é ter em mente
que não há idade.

Jovita Capitão, Rainha das Insónias.

PROGREDIR - Revista digital gratuita.




Queridos leitores, hoje quero dar a conhecer uma revista digital que está disponível a todos de forma gratuita.

A revista Progredir aborda vários assuntos dentro de um mesmo tema que é o desenvolvimento pessoal. Toda a estrutura baseia-se em factos positivos da vida de algumas pessoas que são verdadeiros exemplos de vida pois, apesar das dificuldades não desistiram de lutar e por isso conseguiram também alcançar o sucesso.

Recomendo a subscrição da revista de forma digital, em seu e-mail. A revista é mensal e os seus conteúdos valem a pena.

Na última edição, posso salientar o tema: " Motivos para celebrarmos a crise", na página 11, por Nuno Michaels, Astrólogo e professor de Astrologia. A entrevista a Laurinda Alves, ex directora da Revista "Pais e Filhos" e da Revista "XIS ideias para pensar", na página 25, por Sofia Frazoa, Jornalista da Progredir. E o tema: "Mundo em transição: Como tomar decisões em tempo de incertezas" na página 33, por Nelson S. Lima, Investigador, Conferencista e Professor Universitário.

Quer saber mais sobre a revista? Acesse o site http://www.revistaprogredir.com/ e subscreva a Progredir, através do seu e-mail e desta forma poderá progredir ainda mais na sua vida se assim o desejar!

Tenho a certeza que vai gostar de ler!

terça-feira, 29 de janeiro de 2013

As palavras

Há palavras que me beijam
palavras claramente meigas
que derretem quais manteigas
e que, de tão calmas bocejam.

Há palavras afiadas
eficazes quais espadas.
E há palavras ruins
bem piores do que granadas.

Há palavras singelas
simples de pronunciar,
palavras quais aguarelas
que me desafiam a pintar.

Há palavras que martelam
o meu espírito toda a noite
e quando finalmente me levanto
espero que uma delas me afoite.

Jovita Capitão, Rainha das Insónias.

domingo, 27 de janeiro de 2013

A Rainha está de Parabéns hoje!


20.000 Visitas!!!

Queridos leitores, hoje estou orgulhosa de mim e tenho todos os motivos para isso. Hoje a Rainha das Insónias atingiu o número 20.000 em visualizações. Quero agradecer a si caro leitor pois, é graças a si, que está desse lado e que acompanha a Rainha diariamente, que o meu blogue chegou a este número.

Muito obrigada a todos!

Este ano tenho uma ambição. Quero chegar ao fim deste mesmo ano com o dobro das visitas de hoje. Conto consigo para atingir esse grande objectivo: 40.000 visitas até Dezembro de 2013. Eu acredito que é possível, e você?

Mais uma vez, agradeço a todos o carinho demonstrado através das vossas visitas, dos vossos comentários e por seguirem a Rainha nas redes sociais Facebook e Twitter.

Cumprimentos,
Jovita Capitão, Rainha das Insónias.

Ser Mulher

Ser mulher não é fácil.
É ter a responsabilidade
de uma casa inteira cuidar
e de arranjar tempo para amar.

Ser mulher
é manter a harmonia
navegando por mares incertos.

Ser mulher
é ter um sorriso no rosto
mesmo que o resto do mundo
esteja mal disposto.

Ser mulher
é sentir dores de morte
ao dar à luz,
mas a família inteira ela conduz.

Ser mulher
é sentir mudanças no seu corpo
e ainda assim avançar adiante.

Ser mulher
é ter amor no coração.
É ser forte, persistente.
É viver com emoção
e sofrer intensamente.

Jovita Capitão, Rainha das Insónias.