Traduza para o seu idioma

sábado, 29 de outubro de 2016

Gostam de perfumes?

Muitas pessoas gostam de receber perfumes nesta altura do ano. Fragâncias quentes, cheiros intensos, perfumes mais doces... E tu, como gostas do teu perfume?

Estas são apenas algumas sugestões que ficam bem em qualquer casa! E que tal oferecer uma prenda destas a alguém? ;)




Como vai ser o vosso Natal?


Queridos leitores e amigos da Rainha, visto que o Natal está aí à porta, gostava de saber o que vão fazer nesta época, precisamente este ano. Como é que vai ser o vosso Natal? Já pensaram nisso? Costumam preparar as coisas com antecedência, ou deixam tudo para o último minuto? Vá, contem-me tudo. Pode ser que tenham uma boa surpresa! ;) Sejam criativos! Enviem as vossas ideias e sugestões para o meu email: jovitacapitao85@gmail.com.

Tertúlia Poética - Descobrindo Fernando Pessoa


Queridos leitores e amigos da Rainha, no próximo dia 4 de novembro realiza-se a habitual Tertúlia de Poesia no Auditório do Centro Comercial O Pescador na Costa de Caparica. Esta Tertúlia é alusiva ao Poeta Fernando Pessoa e todos os que desejarem podem participar. Entrada Gratuita.

Já escolheste as prendas para este Natal?

Queridos leitores e amigos da Rainha, resolvi voltar aqui, primeiro porque o sono não quer nada comigo hoje, e depois porque quero muito falar deste assunto com vocês. Já escolheram as vossas prendas de Natal? Eu sei que ainda falta algum tempo mas trago aqui umas sugestões que acho que vocês vão adorar!

Como muitos já sabem, há 2 anos que eu trabalho com uma marca que comercializa produtos naturais de alta qualidade e que é conhecida por utilizar uma planta medicinal muito conhecida chamada Aloé Vera.

O Aloé Vera tem propriedades que regeneram o nosso corpo, tanto por fora, como por dentro. Então, esta é a minha sugestão número 1:

Oferece Saúde!


Na mesma empresa, além da Saúde e da Nutrição ser extremamente importante, também nos preocupamos com a auto-estima. Por isso, essa é a minha sugestão número 2:

Oferece Auto-Estima


Como não há duas sem três, a minha terceira e última sugestão, vai para o conforto nos dias mais frios. Esta manta polar é tão fofinha que vai ajudar à preguiça de muita gente. Mas paciência. É o bem-estar que sai beneficiado. Sugestão número 3:

Oferece Conforto.



E são estas as sugestões de Natal da Rainha para 2016. Espero que tenham gostado das sugestões e que de certo modo vos tenha ajudado na escolha. Caso queiram adquirir algum destes produtos basta falarem comigo através do blogue, do facebook ou através do meu contacto pessoal : 926321035.

Atenção que há possibilidade de envio para outros países da Europa. :)

Uma insónia para renovar as forças!

Boa noite! :) Descobri que a noite afinal não serve para dormir. Olha que bom!... Bem, continuo por aqui e espero também que vocês ( notívagos) também continuem desse lado. A Rainha das Insónias agradece! =D

Agora a sério. Existe coisa melhor do que poder escrever pela noite fora sem que ninguém nos chateie? Esta é uma das coisas que eu mais amo fazer na minha vida. Lá fora, está uma noite linda. Apesar de estarmos em Outubro, temos uma noite muito agradável. O silêncio está impecável para quem gosta de escrever.

Já que estou sem sono decidi escrever e por sorte consegui encontrar uma rede de wifi e aproveitei a oportunidade para voltar aqui. Vocês já sabem que não sou a mesma sem o blogue! :)

Sim, eu sei que os meus últimos posts foram um pouco afiados, mas teve de ser. Qual é a pessoa que não passa por momentos complicados na vida? Toda a gente passa por situações menos boas. E a melhor forma de resolver as coisas que me incomodam é escrever, escrever e continuar a escrever até sentir o alívio necessário para aquele momento.

Sim, a esta hora já começo a sentir fome. Como jantei cedo, o meu estômago já roca. Que tal um copo de bebida de soja e umas bolachinhas? É isso mesmo. Ah, é verdade. Há mais de 2 anos que não bebo leite de origem animal. E estou a sentir-me muito bem. Eu sempre sofri com asma, mas ultimamente não tenho tido uma única crise. O meu médico indicou-me bebida de soja, bebida de arroz, bebida de amêndoa. E eu segui à risca. Valeu a pena! :)

Apesar de ter uma parte da minha vida de pernas para o ar. Neste momento estou a sentir-me um pouco melhor. Fez-me bem desabafar com o espelho, fez-me bem ouvir os conselhos de uma amiga, fez-me bem ver vídeos no you tube sobre a minha situação e acabei por ficar muito mais calma. Era isso que eu precisava. Acho que mereço ser feliz. Ninguém tem o direito de te criticar, se depois não contribui em nada para a tua felicidade. És tu que tens de decidir o que fazer com aquilo que a vida te apresenta.

Queridos leitores e amigos. Muito obrigada por continuarem desse lado. Amo falar com vocês desta forma. A escrita é uma terapia e um modo de vida para mim. Sinto-me outra. Agora estou preparada para o meu sono de beleza que há muito que ficou esquecido porque há uns tempos para cá tenho dado mais atenção a quem não merece. Está na hora de me valorizar! Beijinhos e uma noite feliz para todos!

sexta-feira, 28 de outubro de 2016

Sobre a poesia

Queridos leitores, eu sei que alguns poemas meus são afiados como espadas, mas é mesmo assim que se faz poesia. Nem toda a poesia tem palavras bonitas. Nem todos os poemas têm finais felizes. Muitas vezes eles são concebidos na dor, na tristeza, no luto, na saudade. Por norma, gosto de escrever sobre a esperança. Mas em momentos de revolta nasce um novo eu que me pede para escrever aquilo que é menos agradável ao olho humano. Peço desculpa aos mais sensíveis. Quando comecei a escrever, com apenas 9 anos de idade, a vida era cor-de-rosa, por isso só conseguia escrever sobre coisas bonitas e sonhos. E até agora, consegui escrever assim. Mas já tenho 31 anos de idade. A minha vida mudou e tem diversas cores. As cores da alegria, as cores do cansaço, as cores da harmonia, as cores do embaraço, as cores da magia, as cores da desilusão. Por isso, cada poema é diferente. Cada poema vai buscar o sentimento presente aliado a algum acontecimento directo ou indirecto do meu dia-a-dia. Não se assustem, caso o meu humor mude de um momento para o outro. Isso faz parte de todos os poetas. A poesia não é uma ciência exacta, é apenas arte. Arte abstrata e por vezes literal daquilo que acontece à volta de um poeta.

Pedaço de terra que não serve para nada.

Pedaço de terra que se desfaz
numa canção de poetas crentes
que numa dança de serpentes
rastejam aos pés de Satanás.

Pedaço de terra batida
onde as lesmas habitam
descem ao ermo lentamente
bebendo do sangue da Serpente.

E porque assim é?
Para quê esta matança?
Será que não há mais prazer
no sorriso de uma criança?

Preferem matar, em vez de curar.
Preferem fazer chorar, em vez de levantar.
Preferem assassinar, em vez de amar.
Preferem esfolar, em vez de cantar.

Pedaço de terra que não serve para nada.

Jovita Capitão, Rainha das Insónias.

Caminho sombrio

Pelas trevas deste mundo
nasceu a lua para iluminar
este caminho tão sombrio
que não ouso nem falar.

Escrevo em silêncio
para não perturbar a fera
que há dentro de cada esfera
que habita cada ser humano.

Jovita Capitão, Rainha das Insónias.

Teatro, música e poesia

Queridos leitores e amigos da Rainha, no próximo sábado dia 5 de Novembro vai haver uma sessão de teatro, música e poesia no Auditório do Centro comercial "O Pescador".

Entrada gratuita.

Decisões

O meu mundo está de pernas para o ar. O que querem que vos diga? É assim, que costuma estar. Mas agora está pior. E está pior por quê, perguntam vocês. E eu explico. Há uns dias para cá que tenho tido dificuldade em aceder à internet e por isso não tenho conseguido vir aqui como vinha antes dessa situação. Por outro lado, a minha cabeça anda a 100km à hora à procura de respostas para as perguntas que teimam em fervilhar na minha cabeça. Recentemente, uma desilusão com uma certa pessoa fez-me abrir novamente os olhos para perceber que o mundo afinal não é cor-de-rosa nem pouco mais ou menos. E assim sendo, só me resta a escrita para me consolar de todo o desespero que se sente após perceber que as pessoas à nossa volta não são o que pensamos que elas verdadeiramente são. Em suma, não sei o que é pior. Se é descobrir a verdade ou ignorar a verdade sabendo que isso traz ainda mais consequências emocionais. Enfim, cabe-me tomar decisões drásticas. Serei eu capaz disso?

Arquivo do blogue