Traduza para o seu idioma

quinta-feira, 15 de setembro de 2016

De alma renovada!


Queridos leitores e amigos da Rainha, obrigada por todas as mensagens de carinho que recebi ontem por ocasião do meu aniversário. Foi um dia fantástico!

Muitas coisas novas estão prestes a acontecer e conto convosco desse lado. Apesar de ter iniciado um novo blog com o meu nome, a Rainha vai continuar. A Cultura, a Arte, a Literatura, são coisas que eu respiro, por isso jamais deixarei de o fazer.

O novo blogue vai ser dedicado inteiramente ao Empreendedorismo e ao Desenvolvimento pessoal. Se também gostas desses temas, passa por lá! :)

http://jovitacapitao.blogs.sapo.pt/

terça-feira, 13 de setembro de 2016

É já amanhã!

É já amanhã que o relógio toca.
As horas serão deveras diferentes.
Saudades vou ter de ser menina!
Direi eu, amanhã, entredentes.

É já amanhã que a hora muda.
A hora que me quer mais velha.
O tempo, já não o agarro.
Tenho o direito a ficar com a telha!

Mas não é preciso tanto drama!
Mais velha significa mais madura.
Talvez a sabedoria me bafeje
com uma fotografia numa moldura.

E que mais? Mais ternura.
Que o café não seja tão amargo.
Peço abraços e beijos ao mundo.
Que amor, seja tudo o que trago!

Jovita Capitão, Rainha das Insónias.


São Sonhos...

Sonhos que tinha e sonhos que tenho.
Sonhos que sonho e sonhos que quero.
Sonhos que como e sonhos que sonho.
Sonhos que amo e sonhos que odeio.

São sonhos, os sonhos que semeio.
São sonhos, os sonhos que escondo.
São sonhos, os sonhos que eu quero
São sonhos, os sonhos que eu tenho.

Jovita Capitão, Rainha das Insónias.

segunda-feira, 12 de setembro de 2016

Levaste o meu sono

O meu sono desapareceu contigo.
Juntos estão num lugar que desconheço.
Mas quero acreditar que estão num abrigo,
num lugar prazenteiro como um berço.

Não consigo dormir assim,
nesta incerteza que me esmaga.
Fico pois, toda a noite acordada
à espera de um simples sinal.

Não sei porque espero,
mas esta, sou simplesmente eu.
Talvez amanhã descubra
por que o sono adormeceu!

Jovita Capitão, Rainha das Insónias.

Mil desejos em mente!

Duas lágrimas pequeninas
teimam em se fazer notadas.
Faço um esforço para sorrir
mas as pestanas ficam encharcadas.

Uma névoa no meu olhar
fica simplesmente a navegar
entre ondas demarcadas
nos meus olhos, salgadas.

E num abraço profundo
que te dou bem apertado
Ficas com o casaco molhado.
e com um ar furibundo.

Que depressa te passa.
Esqueces o que te embaraça
e abraças-me ainda mais,
sabendo que um abraço não basta.

Queres mais!

Queres que te dê o meu sorriso
mas não queres admitir
que é no improviso
que está todo o meu sentir.

Queres que te dê a vida.
Que encontre uma saída,
para seguirmos em frente
com mil desejos em mente.

Jovita Capitão, Rainha das Insónias.

domingo, 11 de setembro de 2016

Será a noite, para dormir?

Se a noite é para dormir
o que faço eu acordada?
Passo horas a escrever
e de manhã estou tramada.

Se tiro horas à noite
de manhã estou cansada.
Não esperem que eu acorde bonita
acordo sempre despenteada.

Quando me deito e penso em dormir
As palavras não deixam de me lembrar
que ainda tenho tempo para escrever
e acabo sempre por me levantar.

As letras mandam em mim.
Tiram-me da cama para criar.
O problema são as horas
em que tenho de despertar.

Mas, para quem escreve, como eu,
vê na noite uma oportunidade.
Faz sentido contemplar o céu
e as estrelas, sem vaidade.

Jovita Capitão, Rainha das Insónias.

Arquivo do blogue