Traduza para o seu idioma

sexta-feira, 29 de julho de 2016

Acreditar mais!

É preciso acreditar mais
e esquecer o que não interessa.
Mais vale perder o que não favorece
para ganhar aquilo que a gente merece.

Jovita Capitão, Rainha das Insónias.

quinta-feira, 28 de julho de 2016

Objectivos

Começar do zero, custa. Ter de aprender tudo de novo, também. Por que não aproveitar os nossos conhecimentos para fazer a diferença? É isso mesmo. Nem sempre temos de virar a página ou contar uma nova história. Dá para renovar a velha e transforma-la em algo melhor, aproveitando a experiência recebida, ao mesmo tempo que se aprende a lidar com novas situações.

Estou numa fase da minha vida em que preciso repensar os meus objectivos e torna-los mais vivos, mais reais e mais fáceis de concretizar. Quero com isto dizer que tenho de deixar de fazer o que faço actualmente? Claro que não. Segundo aquilo que pensei, nada melhor do que melhorar a forma como trabalho pensando em estratégias diferenciadas.

Como vocês já sabem, eu sou representante de uma marca Alemã que está há 21 anos em Portugal. Já sou parceira da empresa há 1 ano e meio e está a correr lindamente. Mas se está a correr assim tão bem, por que preciso de restruturar a minha forma de trabalhar? Porque tenho objectivos bem fortes que assim me obrigam.

Todos nós temos sonhos. Alguns sonhos vêm desde a época em que ainda eramos simples crianças. Outros sonhos apareceram depois, devido à influência do mundo à nossa volta. Há objectivos que só fazem sentido depois dos 30 anos. Estou nessa fase agora!

Assim sendo, o facto de querer mudar algumas coisas na minha vida, vai fazer com que seja mais fácil concretizar outras coisas que ainda não estavam nos planos, mas que agora fazem todo o sentido.

Quero comprar uma casa com as condições que mereço para que possa trabalhar ainda melhor. Quero poder viajar para lugares incríveis de modo a poder continuar a minha missão da Escrita, inspirando-me nesses lugares. Quero voltar a estudar, escolhendo um curso que me dê mais competências Culturais ou Literárias. Quero lançar os meus livros no mercado. Quero ajudar a minha família a ter melhores condições de vida. Quero casar, ter filhos... e todas essas coisas que as mulheres de 30 anos fazem.

Com tantas vontades, torna-me imperativo definir as melhores estratégias para que as consiga concretizar. Tenho a certeza de que vou conseguir!

quarta-feira, 27 de julho de 2016

Uma conversa sobre Cultura

Hoje, pouco depois de chegar a casa, tive a oportunidade de falar com um amigo sobre as oportunidades e a valorização Artísticas e Culturais em Portugal.

Uma das coisas que me chamou mais a atenção foi a vontade comum que todos os artistas têm de serem reconhecidos, em vida. É verdade. Esse é um dos desejos mais fortes da maioria das pessoas que escreve, pinta, canta, ou tem outro talento qualquer. Não há razão nenhuma para o reconhecimento vir depois de uma tragédia. A valorização devia ser contínua e preferencialmente em vida.

Outro ponto da conversa é a desconsideração do nosso País lá fora. Portugal, ainda é visto como um País pequeno, apesar de termos sido os primeiros a partir à descoberta de outras terras, apesar de termos conquistado a Europa no futebol, apesar de termos bons artistas, boa gastronomia, boa cultura, boa poesia, bons autores, bons livros, bons comediantes, bons actores, bons cantores, bons empreendedores... e podia continuar aqui a enumerar as mais diversas áreas, onde somos bons, a noite toda mas também tenho direito a uma boa noite de sonho (ou de insónia).

O meu amigo Carlos Cordoeiro disse algo que me deixou a pensar: " Quando olhas ao espelho, tens de gostar de ti mesmo". E é verdade, tanto no sentido pessoal, como País à beira mar plantado. Temos de gostar daquilo que é nosso e valorizar mais a nossa Cultura.

terça-feira, 26 de julho de 2016

Ludmick - Instituto de Beleza


Queridas leitoras, este post é para vocês! Já conhecem o Instituto de Beleza Ludmick, na Amadora? Então, têm de lá ir experimentar uma limpeza de pele gratuita com a nova Zeitgard.

Basta contactar o responsável directamente no local ou ligar para lá para adquirir o Voucher. Depois, é só marcar o melhor dia e a melhor hora.

Os Vouchers já estão disponíveis, por isso corram antes que esgotem!

Morada: Av. Comandante Luis António da Silva, n.2 loja P Edifício Bosque, Amadora.
Contactos: 210148803 / 926512310

A Rainha numa Aula de Kizomba


Queridos leitores e amigos da Rainha, hoje tive a " brilhante ideia" de participar numa aula de dança. Mas não era uma aula de dança qualquer, era uma aula de Kizomba.

Se eu gosto de Kizomba? Gostar gosto, mas sinto por vezes complexo por não saber dançar como deve ser. Apesar da minha cara metade ter origem Africana, há muito tempo que acho difícil adaptar-me.

Mas hoje arrisquei cair no ridículo para fazer a vontade ao meu amor e fui aprender a dançar Kizomba. Bem, não imaginam o "sofrimento"!

Os meus pés saíram bem castigados da aula. A cada troca de par, mais uma nódoa negra... parecia mais luta livre do que uma dança, mas lá tentei apender alguma coisa.

Não, não aprendi grande coisa! Estava rígida como se tivesse engolido uma tábua de engomar de uma só vez. E o bafo de onça de alguns senhores, era de fugir. Se fosse só isso...

Enfim, saí de lá a sentir-me uma pessoa estranha, porque segundo percebi toda a gente gostou, menos a pequena Rainha, que desejava fugir daqui a sete pés.

Acho que o Carlos ficou triste, mas nem toda a gente tem de gostar do mesmo. Eu vou continuar a tentar. Até porque não quero ficar de parte quando houver alguma festa sobre o tema. Mas não é fácil para mim aprender algo no qual não me sinto à vontade.

Veremos como corre na próxima vez. Ainda tenho esperança de aprender a dançar melhor com a pessoa que eu amo. Nada melhor do que tentar, cair, voltar a tentar e um dia... finalmente acertar!

segunda-feira, 25 de julho de 2016

Calor, insónias e mosquitos


Está um calor infernal e mais uma vez não consigo dormir. Tive de abrir a janela, numa acção que desencadeou uma visita guiada de mosquitos ao meu quarto. Nada melhor do que  ter o spray de emergência à mão para não ficar com babas na pele.

O Spray de emergência é um produto multiusos: picadas de insectos, acne, queimaduras, feridas, estanca o sangue, hidrata a pele, dá para dor de dentes, fixa a maquilhagem,... tem as "ervas da avó" e aloé vera que é óptimo para regenerar a pele.

Enquanto isso, a minha cabeça também não pára. Não só devido ao calor, como também por causa de algumas preocupações pessoais. Pena que não exista um spray de emergência que acabe com as preocupações de vez. Seria tudo mais fácil...

domingo, 24 de julho de 2016

Sabor K Intende - Cozinha biológica


Este fim de semana em Lisboa, descobri um restaurante biológico/vegetariano cujo ambiente é impecável. Gostei do atendimento, da ementa e claro da companhia.

O Sabor K Intende, situado na Rua dos Anjos, nº5b, abriu à cerca de um mês, mas já entende o que os seus clientes precisam.

Quer saber mais? Passe por lá e espreite a página no facebook.

Arquivo do blogue