Traduza para o seu idioma

sexta-feira, 22 de agosto de 2014

O que me dá a volta à tripa!

O que me dá a volta à tripa
é saber que não sou rica.
Olhar para a carteira bonita
Mas não ter qualquer "guita".

Jovita Capitão, Rainha das Insónias.

Poema ao H3 - Um pedido da gerência.

Hoje descobri um restaurante
que se situa em Lisboa
serve-se carne da melhor
e a gerência também é boa.

Vale a pena ir almoçar
ao restaurante H3.
Três bifes para começar,
com acompanhamento para degustar.

Restaurante de excelência
onde existe virtude.
Quem ainda não conhece
tem de mudar de atitude.

Apareçam por lá!
É a minha recomendação.
Só não se esqueçam de referir
que foram pela indicação
de uma célebre poetisa.
A Jovita Capitão.

Jovita Capitão, Rainha das Insónias.

Boa noite e Bom serão!

Queridos amigos que aqui estão
Desejo-vos boa noite e bom serão.
Vou descansar que já se faz tarde.
Deixo-vos apenas a minha amizade!

Jovita Capitão, Rainha das Insónias.

Desabafo Poético

Quem disse que a poesia
não pode ser entendida?
Ela pode ser simples
e pode ser vivida!

Jovita Capitão, Rainha das Insónias.

Penso em ti!

Encostada à janela, espreito a lua.
Embevecida, penso em ti.
E ela diz-me que sou tua.
E eu acredito que sim!

Jovita Capitão, Rainha das Insónias.

quinta-feira, 21 de agosto de 2014

Determinação!

Queridos leitores e amigos da Rainha, as coisas não têm sido nada fáceis, mas não desisto dos meus sonhos. Hoje estive por Lisboa em entrevistas, para cá e para lá. Amanhã vou a outras quantas! E assim vou continuar até encontrar o meu lugar. Vamos ver se é desta.... Entretanto vou tendo alguns pedidos de produtos da Avon, que me dá um rendimento extra. Ainda não é muito, mas espero conseguir mais alguns pedidos a ver se saio "da cepa torta"! E está mesmo torta,...e vazia (a carteira) mas vamos ver se isto melhora. Vontade de trabalhar não me falta. Mesmo que as coisas não corram como esperado não vou baixar os braços. Sei muito bem o potencial que tenho, conheço muito bem o  meu real valor!

Momentos!...

Há momentos desatentos
e momentos de esperança.
Há momentos de pensamentos.
e momentos de festança.

Há momento para aprender
e momentos para ensinar.
Há momentos para saber
quando se deve parar.

Há momentos para criar
e momentos para descansar.
Há momentos para abraçar
e momentos para amar.

Há momentos estranhos
e momentos normais.
São tantos momentos diferentes
que confundem os demais.

Mas em todos os momentos
podemos ser felizes.
Basta escolher um caminho melhor.
Basta apenas acreditar no amor!

Jovita Capitão, Rainha das Insónias.

Hoje foi dia de trabalho com a AVON!

Queridos leitores e amigos da Rainha, hoje foi dia de trabalho com a marca Avon. Aqui está a minha mesa de trabalho. Feitas as contas, só falta entregar os produtos aos clientes. 

Para fazer encomendas basta clicar no meu link: http://www.avon.com.pt/jovitacapitao


É melhor sonhar!

Para quê dormir?
É melhor sonhar.
Porque a dormir não vejo
a luz do teu olhar.

Jovita Capitão, Rainha das Insónias.

Adormeci ao luar!

Adormeci ao luar.
Aninhei-me devagar.
Sonhei que estava a voar,
mas acabei por acordar
nos braços das estrelas,
que me acolheram com o seu brilhar.

Jovita Capitão, Rainha das Insónias.

Charada da insónia

Esta insónia que não me larga!
Só quer fazer amor comigo.
Será por me achar engraçada?
Ou será que há algo escondido
por detrás desta charada?

Jovita Capitão, Rainha das Insónias.

quarta-feira, 20 de agosto de 2014

Não sou de pedra

Não sou de pedra.
Tenho sentimentos.
Mas às vezes é preciso conte-los
apesar do sofrimento.

Pois, há sempre quem espere
ver o outro cair.
Não desespere!
Há sempre tempo de sorrir!

Jovita Capitão, Rainha das Insónias.

Uma nova etapa para atingir o Sucesso!

Gosto de experimentar coisas novas. De sentir um mundo totalmente desconhecido e fascinante. É incrível a quantidade de coisas simples, mas de grande valor, que nos rodeiam. Por vezes, estamos demasiado ocupados para reparar nelas. Tenho vindo a descobrir que quando uma janela se fecha aparece outra a substituir. Porém, desta vez, sinto que além da janela, existe uma porta. A porta do empreendedorismo de novo aberta para me receber. Com tantas coisas fracassadas, a tendência é não acreditar. Mas, com medo ou sem medo vou seguir em frente porque nada acontece por acaso. Não foi por acaso que tentei de novo o mercado tradicional que mais uma vez me desiludiu. Talvez eu não esteja mais preparada para ser apenas mais um número numa grande empresa. Talvez eu precise de criar a minha própria história. Talvez tenha mais perfil para criar a minha própria empresa. Nem todos nasceram para ser empresários, assim como nem todos nasceram para ser empregados toda a vida. Eu nasci para vencer, independentemente daquilo que eu faça. Eu nasci para dar o meu contributo ao mundo. Uma nova etapa nasce neste momento. Farei o melhor que puder com a informação de que disponho. 

terça-feira, 19 de agosto de 2014

Um encontro pela "Conquista da Felicidade"!

Queridos leitores e amigos da Rainha, finalmente tive oportunidade de conhecer as autoras do livro: "A Conquista da Felicidade". Luciana Couto e Maria Amélia Ramos são duas mulheres determinadas, empreendedoras e visivelmente felizes que procuram o auto-conhecimento ao mesmo tempo que ajudam outras pessoas a alcançar a sua própria felicidade. Agradeço-lhes, portanto, os bons momentos de hoje e acredito piamente que a nossa amizade se prolongará por muitos e muitos anos. Obrigada às duas por serem quem são e vamos trabalhar! :)


Sorrindo para a vida!

Gosto de sorrir para a vida
para que ela me sorria.
Pois, a vida deve ser vivida
como se existisse apenas um dia
para desfrutar de toda a alegria.

Por isso vivo intensamente.
Cuido de mim o melhor que sei.
Porque um dia, aqui já não estarei.

Jovita Capitão, Rainha das Insónias.

Nunca me cansarei de escrever!

Para escrever, seja sobre aquilo que for, é necessário sentir primeiro. Principalmente quando se trata de poesia. Porque a poesia vem de dentro. É como um sopro de um sentimento que transborda cá dentro e que tem de sair em forma de verso. Cada vez que escrevo algo poético é como se alguém me ditasse palavras loucas ( e não são poucas), palavras de amor, palavras de amizade, palavras de alegria, palavras de tristeza, ou seja lá o que for. Tenho em mente que a poesia que sai de mim, pertence ao mundo como um todo. A escrita é deveras universal, porque alguém vai identificar-se com aquilo que escrevi. Alguém vai sentir tudo aquilo que senti. Alguém vai entender as palavras segundo o seu próprio contexto. Muitas vezes, aquilo que escrevemos acaba por ajudar alguém. Quantas vezes as nossas palavras fazem alguém sorrir! Fico feliz por dar o meu contributo à sociedade. Por essa razão, nunca me cansarei de escrever!

Imenso sentir

Imenso sentir,
neste mar de emoções!
Quero despir-me
de meras ilusões
e vestir-me de amor.
Descobrir o esplendor
de uma simples flor.
Talvez até exista
um bem maior,
que eu ainda não conheça,
mas que está ao meu dispor.
Neste imenso sentir,
apetece-me falar de amor.

Jovita Capitão, Rainha das Insónias.

A esperança é a quimera

Espero por ti
numa ânsia sem fim.
Quero dizer-te
que és tudo para mim.

Nenhuma saudade dói mais
do que a ausência de uma pessoa querida.
Essa dor, é pois, a que traz maior ferida.

O coração desespera
por um sinal teu
mas a esperança é a quimera
que a paixão recebeu.

Jovita Capitão, Rainha das Insónias.

segunda-feira, 18 de agosto de 2014

Disciplinando a mente para ser feliz!

A mente humana é bastante complexa, mas é possível descodificar o que ela nos quer dizer. Uma das formas de fazer isso é deixar a negatividade de lado. Nem sempre é fácil porque somos bombardeados todos os dias com coisas tristes. Mas apesar de tudo, encontramos sempre algo que nos faz feliz. Nem que sejam os nossos sonhos, a nossa família, os nossos amigos, a nossa cara-metade, um passeio pela praia, o sorriso de uma criança,... todos os dias existe algo positivo na nossa vida. Só temos de o encontrar para que possamos olhar a vida de frente.

Os poetas

Os poetas vivem felizes,
mas por vezes também choram.
E aos mais pequenos deslizes
eles próprios também oram.

Os poetas vivem das letras,
das palavras, dos momentos.
Os poetas vivem essencialmente
de todo o tipo de sentimentos.

Os poetas são nobres, e
tão simples como os lírios.
Reparam nos pormenores
e exorcizam os seus delírios,

para uma simples folha de papel.
Ou para uma Tela, com um simples pincel.
Porque o importante é deixar preservado
aquilo que alguém falou e que deve ser lembrado.

Jovita Capitão, Rainha das Insónias.

Certificado Cultural

Queridos leitores e amigos da Rainha, recentemente tive o privilégio de receber este Certificado Cultural, do qual espero estar à altura. :)


domingo, 17 de agosto de 2014

Sol, mar e areia

Queridos leitores e amigos da Rainha, ultimamente tenho aproveitado todos os momentos para treinar a arte de fotografar. E como não podia deixar de ser, aproveitei bem todos os momentos da passada Sexta-feira. Antes da festa do Pontal, ainda tive oportunidade de passar pela praia. Estas foram algumas das imagens que captei desse dia maravilhoso. Espero que gostem.



Um dia diferente - Festa do Pontal

Sexta-feira, foi um dia diferente. Saí de Lisboa numa excursão rumo ao Algarve, para participar na Festa do Pontal.

A Festa do Pontal realiza-se todos os anos em Quarteira, com a organização política do PSD. Para ser sincera, não apoio nenhum partido em especial. Acho que ainda ando à procura do meu caminho. Não sei se é por aqui que vou, mas a verdade é que gostei de como tudo se passou. Fui convidada por um amigo, que faz parte deste partido e fui, sem saber da importância histórica que esta festa tem, em Portugal. Para mim, era apenas um passeio. Mas acabou por ser mais do que isso. Tornou-se numa oportunidade que se traduzirá mais tarde, nem sei bem como. Para já, posso dizer que fui bem recebida e que valeu a pena ter ido.

Abaixo estão algumas fotos relativas a este evento.

Eu, na Festa do Pontal

Convidados da Festa do Pontal

Primeiro Ministro de Portugal, Pedro Passos Coelho, na Festa do Pontal

Arquivo do blogue