Traduza para o seu idioma

terça-feira, 8 de agosto de 2017

De cabeça na almofada

De cabeça na almofada
para finalmente descansar.
Hoje estou estafada
porque estive a trabalhar.

Amanhã há mais uma dose
desta vida que é a minha.
Vejamos se eu consigo
levantar-me cedo da caminha.

Jovita Capitão, Rainha das Insónias.

sábado, 5 de agosto de 2017

Vazio

O ser humano anda vazio
fraco, distante, perdeu o pio.
Errante persiste no seu desvario
desperdiçando a vida de modo cruel e frio.

Jovita Capitão, Rainha das Insónias.

A Rainha voltou.

A Rainha mudou.
Cresceu, amou,
viveu, chorou,
sorriu e vibrou.

Foi embora,
mas já voltou.

Jovita Capitão, Rainha das Insónias.

quarta-feira, 2 de agosto de 2017

Fernando Alagoa - Feira de Santiago

Queridos leitores e amigos da Rainha, tenho o prazer de anunciar que o Escritor Fernando Alagoa, autor da Saga "Senhores do Universo" vai estar em destaque amanhã, dia 3 de Agosto, na Feira de Santiago, no Parque das Manteigadas, em Setúbal.

A não perder! :)

terça-feira, 25 de julho de 2017

Vento e insónia

Mais uma insónia que não me deixa dormir. Lá fora o vento rodopia fazendo-se notar. Levantei-me e fui descobrir uma madrugada que ainda não sossegou. Eu também não consigo sossegar. A cada dia uma nova insónia me bafeja com a sua presença. E eu acabo sempre por acolhe-la quer queira, quer não queira porque a insónia é como aquelas visitas que aparecem sem avisar e que ficam por horas na nossa casa. Hoje só queria dormir, mas os pensamentos não me largam. Quando me sinto assim a melhor ideia é levantar-me e fingir que não tenho sono, para que este pare de brincar às escondidas comigo.

sábado, 15 de julho de 2017

Insónia à vista

São 6h da manhã e não consigo dormir. A solidão propaga-se toda a noite através do silêncio. Algo que para mim já foi aprazível, torna-se agora no meu maior inimigo.

Não sei em que momento da vida te perdi. Não sei quando é que percebi que já não estavas ali para mim. Só sei que isso já aconteceu há muito tempo. Esta quebra apenas salienta o que já não existia entre nós. A conexão que sentimos ainda, deve-se apenas às vivências comuns. No geral, não resta mais nada onde nos possamos agarrar para que o barco não vá ao fundo. Já afundou há muito, só eu é que ainda não tinha percebido.

E a noite voa a uma velocidade atordoante. Quis dormir, mas os pensamentos de profunda desilusão persistem. Será que nos vamos voltar a ver?

domingo, 9 de julho de 2017

Vontade de renascer


Vi um coração na minha alma
que emanava luz para cada ser.
Essa luz vinha de dentro para fora...
para curar, iluminar e aquecer.
Na dor, nasce a amorosidade,
e uma enorme vontade de renascer.


Jovita Capitão, Rainha das Insónias.

sábado, 8 de julho de 2017

Desabafo da Rainha

Queridos leitores e amigos da Rainha, os meus 32 anos aproximam-se a passos largos e a minha vida está um pouco de pernas para o ar. Será normal? Quando nós achamos que está tudo bem, vem um "vendaval" e muda tudo aquilo que tínhamos planeado. Bem, vou ter de aceitar isso, mas não é fácil ver tantas mudanças a acontecer e não poder controlar nada. Talvez tenha mesmo de ser assim. Talvez o melhor seja deixar a vida fluir. Deixar ir embora o que não tinha de ser. Desapegar daquilo que não me acrescenta. Talvez um dia eu entenda o que me está a acontecer. Nada acontece por acaso e algo melhor está por vir.

Sou uma menina, mulher.



Sou uma menina, mulher.
Sou simplesmente quem quero ser.
Sou assim desde que me conheço....
Gosto de ser assim e mereço
todas as possibilidades que a vida me trouxer.

Sou uma menina, mulher
Conheço todo o meu potencial.
Nem toda a gente reconhece,
mas não faz mal.
Nem Cristo agradou a toda a gente.

Sou uma menina, mulher
e ainda tenho tanto que aprender!
Não ligo mais àquilo que me faz sofrer.
Apenas sigo com a vida.
Ela que me mostre o que quiser.

Sou uma menina, mulher.
Quem disser o contrário estará a mentir.
Pois quem me quiser descobrir
está a um passo de conhecer
aquela que sabe bem o que quer.

Jovita Capitão, Rainha das Insónias.


domingo, 2 de julho de 2017

Vou por aí.


Vou por aí, descalça, livre, completa.
Vou por aí, vibrando na sintonia da paz.
Vou por aí, curando as feridas que ficaram...
dos amores que por mim passaram.


Vou por aí, desapegando daquilo que fui
sabendo que a vida apenas flui.
Vou por aí, deixando para trás as batalhas perdidas
curando desta forma todas as feridas.

Vou por aí, com os sapatos na mão.
Os mesmos que descalcei por me magoarem tanto.
Vou por aí, sabendo que não é em vão
todas as lágrimas que chorei entretanto.

Vou simplesmente em frente, com os pés no chão.
Vou por aí, sem medo do que vem a seguir.
Vou por aí, segurando o coração
Vou por aí, sem medo de cair.

Jovita Capitão, Rainha das Insónias.

quarta-feira, 28 de junho de 2017

Folha de Hortelã

Na noite passada sonhei
com uma folha de hortelã.
Um amigo segurava um bule
e verteu o seu conteúdo de manhã.

Ao chá, já preparado
juntou-lhe farinha Maizena.
Não cheguei a perceber porquê
porque acordei nessa cena.

Eram quatro da madrugada
quando despertei intrigada.
O que aquilo me queria dizer?

Fiquei logo agitada
levantei-me de uma assentada
e fui tentar perceber.

E o que descobri
foi tão interessante
que tive dificuldade
em voltar a adormecer.

Jovita Capitão, Rainha das Insónias.

Somos aquilo que escolhemos

A escolha foi tua.
Sumiste.
Dizem que partiste
à procura do ouro.

Eu digo antes que fugiste
e que de mim desististe
como se eu fosse um besouro.

Um dia, voltarás
cansado e triste
lamentando aquilo que não viste
por estares muito ocupado.

Mas talvez nesse dia
eu já esteja de saída
para ir para outro lado.

Jovita Capitão, Rainha das Insónias.

domingo, 18 de junho de 2017

Um novo olhar

Um novo olhar se avizinha
nas mudanças que eu faço.
Hoje sei que não estou sozinha
e que não há qualquer embaraço.

A vida não é uma linha direita.
Por vezes somos apanhados nas curvas.
Mas por fim tudo se ajeita
se as vistas não estiverem turvas.

Jovita Capitão, Rainha das Insónias.

terça-feira, 13 de junho de 2017

Se a alma pudesse falar...

Se a alma pudesse falar
tudo aquilo que ela sente
seria tudo mais fácil, certamente!

Jovita Capitão, Rainha das Insónias.


sábado, 10 de junho de 2017

O meu fado.

Tento ouvir o barulho
do meu próprio coração.
Quero perceber o que ele tem.
Por que está tão agitado?

Tento ouvir o silêncio
fazendo meditação.
Talvez assim eu entenda
qual é o meu fado.

Jovita Capitão, Rainha das Insónias.

terça-feira, 6 de junho de 2017

A coruja

O piar da coruja arrepiou-me.
Acordei a meio da noite estremunhada.
O que terá dado àquela ave
que por norma fica à noite acordada?

Será que me quis acordar
dizendo que eu não estou sozinha?
Ou será que ela é que está com medo?
Se for isso, coitadinha.

O que posso fazer por ela?
Não posso abrir a minha janela.
O que faria eu com uma coruja no quarto?
Imagino a coruja fechada. Seria cá um aparato!

Também não lhe posso dar de comer.
Não sou tratadora de corujas.
E se um rato aparecer...
Não pego nele, nem com luvas.

Então, o que faço agora?
Se ela continua a piar lá fora?
Não posso ir com ela ao cinema...
Já sei! Posso escrever um poema.

E ela, será que gosta?
Ou será melhor escrever sobre ela em prosa?
Talvez mais tarde. Agora sai um poema quentinho
para que a nossa coruja se conforte no seu ninho.

Jovita Capitão, Rainha das Insónias.

domingo, 4 de junho de 2017

A Feira do Livro de Lisboa está à tua espera!




Já começou a feira mais esperada de Lisboa. Estou desejosa de passar por lá. Tenho boas recordações de infância à volta da feira do livro. Um dia conto-vos tudo! Existe uma nostalgia feliz quando se fala de livros. Eu adoro livros, tal como adoro escrever. Espero que estejas tão ansioso quanto eu para saber quais as novidades deste ano. Para saberes tudo sobre este Evento anual, convido-te a consultar o site: http://feiradolivrodelisboa.pt/ O programa é bastante interessante! :)

Vamos falar sobre a Gala Montepio - Acredita Portugal.



Na passada sexta-feira foram premiadas as melhores ideias de empreendedorismo das mais diversas áreas tais como: Saúde, Tecnologia, Produtos, entre outros.

O ambiente era descontraído e muitos foram os jovens que participaram neste encontro. Como não podia deixar de ser, eu também estive presente.

São iniciativas como estas que nos fazem acreditar num futuro melhor. Que venha a próxima Gala!

sexta-feira, 2 de junho de 2017

Desapegar - Acróstico

Desapego quando vejo que nada mais há a fazer.
Entrego-me ao desejo de modificar o que preciso.
Sento-me à secretária e faço uma lista bem distinta
Apago o que não interessa para deixar a conversa mais sucinta.
Parece que o interesse que antes tinha se esvai com o tempo
Entrego-me durante horas ao mesmo pensamento.
Gravo na memória apenas o que é importante
Aquilo que já não quero acaba por ficar de mim distante.
Rendo-me à nova vida que ficou e ao vazio que se instalou.

Jovita Capitão, Rainha das Insónias.

Sem critério e sem prazo

Deito fora ao acaso
aquilo que não me faz bem.
Não há critério, nem há prazo
para aquilo que por acaso
já não me sustém.

Jovita Capitão, Rainha das Insónias.

quinta-feira, 1 de junho de 2017

Concerto de Ricardo Carriço - Cinema S. Jorge



Queridos leitores e amigos da Rainha, o passado dia 30 de maio de 2017, foi um dia especial para mim por várias razões. Primeiro, porque fez 9 anos que conheci o meu mais que tudo, e depois porque tive o privilégio de ter estado no Cinema S. Jorge em Lisboa para assistir a mais um concerto de um grande amigo, Actor e Cantor, Ricardo Carriço. Deixo-vos algumas imagens deste dia fabuloso.






domingo, 28 de maio de 2017

A Luz dos meus olhos - de Reliane de Carvalho



Queridos leitores e amigos da Rainha, no passado Sábado tive oportunidade de conhecer a autora deste livro e de aprender a serenar a mente através de uma meditação guiada. Estive com pessoas fantásticas e a energia recebida foi especial. 

É interessante como no universo tudo se encaixa. Encontrei mais dois amigos no local, sem saber que eles iam estar presentes. 

O livro: " A luz dos meus olhos - Uma viagem interior, é um livro de auto-conhecimento e trata-se de um guia para aprender a meditar. 

Reliane de Carvalho, escreve desde muito cedo. Começou aos 12 anos com um Romance e desde então descobriu outros caminhos. Depois iniciou a sua caminhada pelo auto-conhecimento, pela meditação, mas admite que um novo Romance está para breve.

Abaixo estão algumas das imagens do Evento. Espero que gostem e que tenham a curiosidade de conhecer, tanto a Autora, como o livro.








sexta-feira, 26 de maio de 2017

Ouve o teu coração.

A vida muda quando olhas para dentro
e te olhas ao espelho com olhos de ver.
Começas a colorir tudo o que está cinzento,
e as dúvidas dissipam-se, voltas a crer.

Se procurares a paz em algo externo
vais sentir-te oprimido e avesso a mudanças.
Mais vale deixares registado no teu caderno
aquilo que tu sentes, sem falsas cobranças.

Sente o que a tua alma diz sem falar.
Pergunta-lhe qual o rumo que deves tomar.
A tua intuição saberá responder-te na perfeição.
Sim! Se queres ser feliz, ouve o teu coração.

Jovita Capitão, Rainha das Insónias.

Arquivo do blogue