Traduza para o seu idioma

sábado, 7 de setembro de 2013

"Há Raposas no Parque - Crónicas de uma Portuguesa em Londres"


Queridos leitores e amigos da Rainha, este é um dos meus mais recentes livros que tive o prazer de adquirir na feira do livro da estação do Metro do Oriente. Estava na minha pausa de almoço quando decidi passar pela feira. Gosto sempre de dar lá um saltinho para me actualizar acerca das novidades, bem como conhecer novos autores ou os mais antigos cujo trabalho Literário ainda não conheça. E foi numa nestas aventuras diárias que conheci o livro: "Há Raposas no Parque - Crónicas de uma Portuguesa em Londres" de Clara Macedo Cabral. 

Clara Macedo Cabral nasceu em Lisboa, mas vive em Londres desde 2005. Trabalhou como Jurista, estudou música, colaborou num blogue colectivo e numa rádio, tendo já alguns livros publicados fora de Portugal.

Este livro chamou-me à atenção pelo facto de falar sobre a emigração. É a história de uma mulher Portuguesa que deixou o nosso cantinho à beira mar plantado para ir em busca de melhores condições de vida, nomeadamente em Londres, uma cidade com menos sol. Visto que hoje em dia não se fala noutra coisa devido à tão falada crise, pensei que não há nada melhor do que manter-me informada, pois, nunca se sabe quando é que a emigração vira opção. Assim, e porque ando a ler menos por causa do trabalho que tenho, obriguei-me a compra-lo a fim de pelo menos actualizar as minhas leituras.

Já comecei a ler, e recomendo vivamente!

Caminhada Silenciosa

Caminhada silenciosa
num contraste disperso,
vamos lá ver se não me esqueço
de escrever em prosa ou em verso.

Jovita Capitão, Rainha das Insónias.

sexta-feira, 6 de setembro de 2013

Os poetas Irritados

Pelas entranhas do coração
existem irritados poetas
que não desistem de quem são
querem alcançar as metas.

Mas irritados estão,
pois faltam euros na mão!

Jovita Capitão, Rainha das Insónias.

domingo, 1 de setembro de 2013

Seja Bem-Vindo "Senhor" Setembro! :)

Queridos leitores e amigos da Rainha vamos dar as boas vindas ao mês de Setembro. O mês das florestas, o mês das escolas e dos livros novos, o mês das mudanças de ciclo. Setembro é o meu mês. Porquê? Porque é o mês do meu aniversário e de grandes mudanças pessoais a um nível mais intrínseco.Ontem preparei-me para abraçar este novo mês.Cortei a "gadelha" e cá estou eu com um novo visual. Espero que gostem da mudança. Atrevo-me a dizer que mais mudanças se verificarão.

Como podem ver, eu amo a natureza! As fotos que se seguem pretendem homenagear a mesma, que tanta falta nos faz. Infelizmente querem destruí-la com incêndios inúteis. No entanto, espero que uma boa parte seja preservada, para nosso bem.




Arquivo do blogue