Sigam o meu blogue! Tenho sempre novidades!

Traduza para o seu idioma

sábado, 29 de novembro de 2014

Como manter um estilo de vida saudável


Queridos leitores e amigos da Rainha. Há uns meses comecei a sentir stress em demasia, o que me fez abrandar o passo em determinadas tarefas, nas quais tenho bastante responsabilidade. Assustei-me com o ocorrido e recomecei a pensar mais na minha saúde.

Além de me interessar pela saúde, também fiz um estudo de mercado para que ao melhorar nesse aspecto pudesse de certa forma resolver outras causas de ansiedade.

Vivemos num mundo em que o fosso entre ricos e pobres é crescente e é difícil encurtar esse espaço. No entanto, existem empresas que superam a negatividade que nos assombra todos os dias. É o caso das empresas de venda directa. 

Encontrei uma destas empresas que tem produtos de alta qualidade e acessíveis quanto ao seu valor comercial. Agora, estou a fazer um teste aos produtos. E ao que parece, funcionam mesmo. Começo a sentir-me melhor.

Agora coloca-se a questão: Como manter um estilo de vida saudável?

A resposta é tão simples como complexa, visto que temos metabolismos diferentes. Mas dentro daquilo que é mais comum vou deixar aqui algumas dicas que funcionam comigo.


  1. Beber mais água, em vez de refrigerantes. 
  2. Ingerir mais vegetais e diminuir o consumo de carnes vermelhas.
  3. Dormir horas suficientes para que o corpo e a mente repousem adequadamente.
  4. Procurar meios de compensar a falta de vitaminas, utilizando suplementos alimentares certificados.
  5. Fazer exercício físico regularmente, mas sem exagero.


Sim. Eu sei que sofro de insónias, caríssimo leitor. Mas quanto a isso apenas tenho de contornar. Se não dormir de noite, tenho de dormir de dia. Nem que seja no transporte público, como já aconteceu. O importante é tentar equilibrar todos os factores, o melhor que conseguirmos. 

É bom recordar mas ainda melhor é viver!

É bom recordar.
Sentir a brisa no ar.
Correr por aí a saltar.
E abraçar com minha mão
este amor que me traz bem-estar!

É bom recordar.
Mas ainda melhor é viver.
Contemplar os teus olhos ao luar
e sentir que para sempre te vou ter.

Jovita Capitão, Rainha das Insónias.

sexta-feira, 28 de novembro de 2014

Reflexões de final de ano

Queridos leitores e amigos da Rainha, estamos quase a entrar no último mês deste ano. Esta é a melhor época para se reflectir sobre a vida. Muitos são os sonhos que idealizámos. Uns foram cumpridos, outros não. Ainda assim, nada nos impede de realizamos os nossos sonhos. Pois, durante a vida podemos aperfeiçoar os nossos talentos, as nossas virtudes e estamos constantemente a aprender. Por isso, tudo aquilo que não se realizou em 2014 poderá ainda ser realizado em 2015. Eu acredito que quando desejamos muito uma coisa, ela geralmente acontece. Mas não basta apenas desejar, é preciso acreditar e agir em conformidade com o nosso desejo. 

quinta-feira, 27 de novembro de 2014

Penso em ti

Penso em ti, à noite.
Acordada perante o silêncio.
Recordo os nossos momentos
como se estivesse num filme.

Reajo à tua chegada com alegria
mas quando te vais embora
minha mão, vazia,
te recorda.

Jovita Capitão, Rainha das Insónias.

Escolha a motivação correcta para a criação de um blogue

Quando desejamos criar um blogue precisamos ter a motivação certa para que não nos arrependamos depois. A principal razão deve ser sempre a paixão por este trabalho. Se não tivermos amor por aquilo que fazemos de nada adianta começar.

Se tem de facto uma motivação poderosa, vamos a isto! Vou dar algumas dicas:

É preciso ter um sonho. Pode querer ter uma nova profissão, pode desejar ajudar alguém, pode querer apenas divulgar um hobbie. O que interessa é que seja um sonho seu para que consiga superar os desafios que a vida lhe vai dando pelo caminho.

Outra coisa importante é possuir conhecimento sobre o assunto sobre o qual quer falar. Não adianta começar, se nem costuma falar sobre esse assunto com alguém. Sem conhecimento suficiente, não vai agregar valor ao blogue. 

Algo extremamente importante é a disponibilidade que possui. Tem tempo para se dedicar a 100% ao blogue? Até pode trabalhar a part-time no mesmo mas é importante manter o foco.

Por falar em foco, nunca deve esquecer o seu objectivo. Seja qual for o objectivo do blogue, trabalhe de forma a alcançar aquilo a que se propôs.

Gosta de escrever? Este aspecto também é importante. Os blogues são fontes de informação para as pessoas que os visitam. Se não gosta de escrever, como poderá transmitir o seu conhecimento? Há uma forma de o fazer se estiver disposto a investir. Pode contratar alguém para escrever sobre o tema que deseja. No entanto, não abandone o blogue só porque outra pessoa pode fazer esse trabalho. A responsabilidade de quem escreve deve estar sempre em conformidade com o tema escolhido.

Há uma outra possibilidade para quem não se interessa apenas por palavras. Já existem muitas pessoas que optaram pelos Vlogs em vez dos Blogues. Ou seja, muitos preferem fazer vídeos em vez de escrever e dão a cara pelo assunto que escolhem. 

Eu pessoalmente, gosto bastante e há uns quantos que eu sigo. Também já tentei fazê-lo, mas por falta de tempo tive de adiar essa minha vontade. Pois, é melhor fazer pouco mas bem feito, do que fazer muita coisa mas sem conteúdo de qualidade. 

E é isto! Espero que tenham gostado das dicas e que de alguma forma vos tenha ajudado. ;)

quarta-feira, 26 de novembro de 2014

Os 4 piores motivos para quem deseja ter um blogue

Queridos leitores e amigos da Rainha, ter um blogue não é tarefa fácil. Há momentos em que o cansaço se apodera de nós, há momentos que não temos ideias, há momentos que pensamos em mudar tudo, há momentos de superação...mas o que importa quando alguém tem o desejo de criar um blogue é a sua motivação ao cria-lo. A pessoa deve parar para pensar no seguinte: Porque motivo quero criar um blogue?

Hoje apresento aqui os 4 piores motivos, para alguém que decide criar um blogue:

Para ganhar muito dinheiro.

Quando uma pessoa tem no seu coração que quer um blogue somente para ganhar dinheiro, o que vai acontecer é que não vai ganhar nada com o blogue. Porquê? Porque não se ganha dinheiro de um momento para o outro. A pessoa vai certamente desanimar, deixando essa ideia de lado mais tarde ou mais cedo. Se a pessoa se focar apenas no dinheiro, não vai focar-se no conteúdo que é o mecanismo mais certo para se ganhar alguma coisa. Sem conteúdo interessante, nem visitas de qualidade vai ter, quanto mais, dinheiro!

Para ficar famoso

Se pretende criar um blogue para ficar famoso, vai ficar frustrado rapidamente. A era da informação abriu portas para todos, mas também os famosos ostentam sites e blogues com milhões de visitas. Para chegar a essa fase, é necessário já ser uma figura pública. Caso contrário, vão passar muitos anos até que as pessoas o conheçam. Está disposto a sacrificar o seu precioso tempo?

Para ganhar brindes

Muitos pensam que uma das tarefas de uma blogueira é ganhar brindes e presentes. Mas esse é um tremendo erro. Isso deve ser apenas uma consequência positiva do seu trabalho. Quem espera receber alguma coisa, acaba por não receber mesmo nada. E lá vem a frustração outra vez!

Porque está na moda

Conheço pessoas que querem ter um blogue porque está na moda. Mas sem ter uma verdadeira paixão por este mundo, dificilmente conseguirá ter um blogue de sucesso. 

E para vocês? Quais são os piores motivos para quem deseja criar um blogue? Conseguem completar a lista?

Vendedores - Acróstico

Vendedor é alguém que deve ter
Elegância e vontade de vencer.
Nunca deve esmorecer
Diante de um redondo "não".
E nunca deve esquecer
De quem precisa de pão.
Olhar com olhos de ver,
Rir como deve de ser,
E acreditar que dias melhores virão.
Sempre será a sua canção.

Jovita Capitão, Rainha das Insónias.

Reconhecimento Internacional


Queridos leitores e amigos da Rainha, sinto-me lisonjeada por este certificado acabadinho de chegar do Brasil. É tão bom, quando somos reconhecidos por algo que já fazemos há muitos anos. Melhor ainda é saber que somos reconhecidos internacionalmente.

Desde criança que escrevo e há cerca de uns anos para cá, tenho investido o meu tempo na divulgação de diversos acontecimentos culturais. Faço isso por gosto. 

Este é o meio onde me sinto completamente em casa. A Escrita, a Literatura, a Arte, a Cultura, o Empreendedorismo... são temas que farão sempre parte da minha vida. 

Tenho de agradecer ao Movimento União Cultural pelo carinho e pela atenção que têm demonstrado desde que me consagrei membro do mesmo em Janeiro de 2014. 

Sei que tenho ainda mais para fazer nesta área. As ideias são imensas, por isso trabalho todos os dias nesse sentido. Gosto de procurar novas ideias em sites, em outros blogues, em revistas, em filmes, em livros... enfim. Tudo o que me der um bom motivo para aprender, já é importante.

A minha missão é esta: Enaltecer a arte e a cultura o melhor que eu puder. Divulgar e incentivar os novos talentos das mais diversas áreas, tais como Literatura, Música, Arte e Cultura, Mostrar ao mundo inteiro a minha escrita, seja ela poesia ou prosa. Sonhar e inspirar os outros a sonhar também e a lutar pelos seus sonhos. 

Eu, quando era pequenina, dizia aos adultos que um dia seria uma grande Escritora. Eles riam-se e não acreditavam. Hoje, sou muito mais do que apenas isso.

SOU Escritora, Empreendedora, Activista cultural e Conselheira Cultural a nível Internacional. Hoje, sou eu que sorrio em frente ao espelho e digo: Já sou Escritora e já sou reconhecida como tal.

Obrigada Movimento União Cultural e obrigada meus queridos leitores por continuarem desse lado. 

A Rainha é um sonho, que se tornou realidade!

terça-feira, 25 de novembro de 2014

A lição do sapato

Entrei na sapataria
à procura de um sapato.
Tentei, com muita mania
descobrir o mais barato.

Mais barato não havia.
Mas o aparato não era melhor.
Mais parecia a travessia
do bom cabo bojador.

A procura virou batalha.
Uma busca contra o tempo.
pois aquilo que eu queria
não havia no momento.

Acabei por ir embora
deixando a tralha para trás.
Descobri que o importante
não é ter sapato, mas ter paz.

Jovita Capitão, Rainha das Insónias.

Desabafo!

Já vos aconteceu certamente, tentar escrever algo e não conseguir. As ideias estão lá, aos molhos, mas não me consigo expressar com a rapidez do costume. Chateio-me, irrito-me, insisto e desisto por vezes porque a ideia não quer passar do pensamento para o papel. 

Tem acontecido tanta coisa ultimamente, que entrei numa espécie de esgotamento do qual é difícil sair. Mas não desisto dos meus sonhos. Nada me vai separar da escrita. 

Eu sei que muita coisa se resolve com força de vontade. No entanto, quando se trata da nossa mente o caso é mais complexo do que parece à primeira vista. Sei que a imprevisibilidade dos factos pode acontecer e tenho de estar preparada para isso. Metade de mim quer chorar, isolar-se, parar no tempo à espera que passe a tempestade. A outra metade é dinâmica, é viva e não consegue parar por um segundo que seja. 

Qual das metades vai prevalecer? Não sei. Só o tempo dirá. Mas no que depender de mim, tentarei buscar sempre o equilíbrio para que não me perca por aí.

Arquivo do blogue