Traduza para o seu idioma

sábado, 2 de janeiro de 2016

Estabelecer objectivos

Por que é tão importante estabelecer objectivos no início do ano?Já alguma vez pensou sobre isto?Eu já e fiz uma pequena reflexão sobre o assunto de modo a perceber se estou no caminho certo ou se pelo contrário, estou a sabotar o meu possível sucesso.

Antes de responder a esta importante questão, é preciso compreender o que são objectivos. Um objectivo de início de ano é por exemplo: Este ano vou emagrecer 2 quilos, este ano vou comprar uma casa, este ano vou rir mais, este ano vou comer melhor, este ano vou andar mais a pé, este ano vou estar mais tempo com os meus filhos, este ano vou aprender algo novo.... Estes, são apenas alguns exemplos de objectivos de início de ano. Qual é o seu?

Todos eles são importantes, independente das circunstancias que existirem. O que é importante para mim, pode não ser o mais importante para outra pessoa e vice versa. Então, qual a verdadeira importância de criar metas e objectivos?

A transição entre o novo e o velho faz com que nos preocupemos mais com os nossos objectivos. E se por algum motivo não conseguimos realizar algo no ano anterior, vamos certamente fazê-lo no ano seguinte. 

O início de um ano é a melhor altura para pensar nos sonhos que ficaram para trás. 

sexta-feira, 1 de janeiro de 2016

Mensagem de Ano novo!


Feliz Ano Novo, queridos leitores e amigos da Rainha. Estou muito feliz  e com força para trabalhar. 
Juntos, vamos fazer a diferença na Cultura em Portugal!

Jovita Capitão

quarta-feira, 30 de dezembro de 2015

Só falta um dia!

Só falta um dia para um ano terminar e outro aproveitar o seu lugar. Já têm ideias para o fim de ano?

Eu decidi que, depois de uma visita à minha loja preferida, vou à procura de algo que me faça sentir bem, já que é um dia de festa. E aproveitando que só se fala de crise, nada melhor do que os Outlets com roupas para todos os gostos. É lá que eu vou, se entretanto não encontrar o que quero no meu armário.

Amanhã é aquele dia que devemos esquecer o passado, as tristezas, a insatisfação para dar lugar à inovação, à alegria e à esperança. 

Onde vai ser a vossa passagem de ano? Na rua, ou em casa? Seja qual for o local escolhido não se esqueçam de abraçar a vossa família, e de fazer a festa com muitos amigos. 

Eu estou com vontade de ir espreitar o Terreiro do Passo. Ouvi dizer que há concertos gratuitos, daqueles que valem mesmo a pena. Se o tempo ajudar ( se não chover, claro), faço questão de ver o fogo de artifício na minha Lisboa.

E vocês? Já decidiram onde vão estar? 

Boas Entradas e um Feliz 2016!

segunda-feira, 28 de dezembro de 2015

Venci o tempo!

O dia nasceu cinzento,
com um ventania descontrolada.
Perante este tempo,
saí de casa ainda mais agasalhada.

As Gaivotas sobrevoavam os telhados
anunciando a tempestade.
Soltavam gritos estridentes
sem qualquer dó, nem piedade.

Desbravei uma densa cortina de chuva
ao sair da minha Costa.
Ventos sopravam a mil
colocando-me à prova.

Subtilmente escapei ao feroz vento.
Com garra e determinação continuei.
Não foi fácil aguentar tal vil tempo.
Mas consegui. E ao mau tempo, ganhei!

Jovita Capitão, Rainha das Insónias.

domingo, 27 de dezembro de 2015

MUDAR

Já sentiram uma vontade enorme de mudar? Mudar o quê, perguntam vocês?! Mudar o corte de cabelo, mudar de casa, mudar de ares, mudar de estilo,...etc. Hoje acordei assim. Com uma vontade imensa de mudar qualquer coisa. Que as mudanças fazem parte da vida já nós sabemos, e também sabemos que as mudanças graduais, por norma, são as que perduram mais tempo. No entanto, de quando em vez sinto vontade de mudar. 

Já repararam no significado da palavra MUDAR? Para mim, mudar significa mudar de ar. Então, é isso mesmo que vou fazer assim que o novo ano começar. E por que não começar hoje a mudar também os meus pensamentos? Isso é que era uma excelente ideia. Estou a precisar de uma lufada de ar fresco que venha acompanhada de uma mudança qualquer que me devolva o bem-estar, a confiança, a auto-estima. 

Sei que tenho muitos motivos para ter esperança e para sorrir mesmo agora. Mas como eu disse no início deste post, mudar faz parte da vida de toda a gente. Por isso, sei que tenho de mudar. Estou na terceira década da minha vida e sinto que há coisas que precisam ser colocadas no lugar. 

E tu? Existe alguma coisa que gostasses de mudar em ti ou no mundo que te rodeia?

Reflexão de fim-de-ano!

Queridos amigos e leitores, o ano está mesmo a terminar. Resta-me apenas pensar se foi exactamente aquilo que imaginei.

Começo por explicar cada segundo deste ano que passou. Desde Janeiro que a escrita, de certo modo abrandou. No entanto, não a deixei completamente, pois um sonho anda connosco para sempre! Assim, nesta minha escrita poética, penso no trabalho que este ano tive. Valeu a pena? Talvez. Já dizia o poeta que "tudo vale a pena", se a alma pequena não é.

Então, meus caros leitores, este foi um ano de muito trabalho e de luta. A escrita foi mais branda, mas continua por cá. No amor, cá se vai andando. E na Família, tudo na mesma. As mudanças foram mais a nível pessoal.

Fui tentada a resolver tudo de uma só vez. Mas a vida não deixou. "Um passo de cada vez" disse-me ela em nobre tom. E por isso também sei que por mais que a vida custe é sempre possível melhorar. Pois se um pequeno passo já chega para mudar algo, só não posso mesmo parar.

Deste ano ficam as lembranças de um ano mais focado na subsistência, do que nos sonhos. Mas fica a vontade de melhorar em 2016. Quero mudar este paradigma o quanto antes para minha realização a nível pessoal. O que este me reserva, também não sei exactamente, mas sobram sonhos certamente!

A pensar no Verão...

Hoje acordei a pensar no Verão.
Sentir a areia fininha nos pés.
Correr para uma dúzia de flores
Sorrir como só tu sabes e vês.

Hoje acordei a pensar no Verão
Abrir a porta a uma nova estação.
Deixar para trás o teu inverno
e apegar-me ao calor do meu caderno.

Hoje acordei a pensar no Verão.
Sentir a brisa do mar na pele.
Sonhar ao rever o horizonte a teu lado.
Sentir mais de perto o teu abraço apertado.

Hoje acordei a pensar no Verão.
Sei que ainda falta chegar a estação.
Sorrio sozinha por acreditar
que melhores dias virão com o mar.

Jovita Capitão, Rainha das Insónias.

Arquivo do blogue