Traduza para o seu idioma

sábado, 5 de abril de 2014

Insónias hoje, festa amanhã!

Tentei dormir cedo, mas não consegui. Talvez seja a excitação pelo dia de amanhã. As expectativas são as melhores, no entanto estou de tal forma ansiosa que o sono não vem. Já fiz de tudo! "Assaltei" o frigorífico até este ficar quase vazio, estrelei dois ovos que petisquei com um pouco de pão, comi os restos de uma sopa que sobrou, deliciei-me com um iogurte de frutas tropicais, abocanhei várias bolachas ao acaso... até aqueci uma caneca de leite. Mas nada resultou. Depois, liguei o meu rádio para ver se a música me ajudava. Mas como a música era alegre, despertei ainda mais. Agarrei em mim, desliguei o som, apaguei a luz e enrolei-me num cobertor bem quentinho, previamente aquecido no aquecedor e atirei-me na cama na esperança de adormecer. Já deitada, no escuro, abri os olhos. Os pensamentos eram muitos e não me deixavam sossegar. Levantei-me e decidi escrever um bocado. Liguei de novo o computador e acabei de escrever estas palavras descrevendo o que me está a acontecer. Preciso mesmo de dormir, mas não consigo. O que posso fazer? Se não for descansar agora, fico com cara de sono quando tiver de me arranjar para a festa da Rainha. Acho que vou ter de tomar uns 3 litros de café durante o dia, para me manter acordada! ( Claro que estou a exagerar) Três litros não digo, mas três chávenas é bem provável. Será normal estar assim tão ansiosa? É que nunca tinha feito nada do género pelo blogue. Passou o primeiro ano e fiz um post. Passou o segundo ano e fiz um post. Como se costuma dizer, à terceira é de vez, e neste terceiro ano decidi fazer algo melhor, com mais significado. Por isso é que decidi convidar um pequeno grupo de pessoas, as quais acompanham o meu trabalho, para assinalar este dia que tanta importância tem para mim. Quase nem dei pelo tempo passar, mas o que é certo é que ele passou. Agora só me resta continuar este trabalho e conquistar novos caminhos, quer na escrita, quer em outras áreas da minha vida. E conto com todos os leitores e amigos para chegar aos objectivos pretendidos. Agradeço a todos o carinho que todos têm demonstrado por mim e a força que me têm dado nos momentos de mais dificuldades. Bem, parece-me que as pálpebras estão a tentar ceder. Acho que o melhor é aproveitar o momento para pôr o sono em dia. Ou melhor, vou tentar dormir o resto da noite que falta para que amanhã me sinta cheia de energia. 

sexta-feira, 4 de abril de 2014

O Poeta Artificial

Anda aí uma novidade
de fazer tremer a mão
do mais nobre poeta
que existir até então.

Fala-se de um novo poeta
um poeta artificial.
Mas para que serve este "atleta"?
Que faz ele afinal?

Dizem que escreve poemas,
tudo automático e sem pensar.
As palavras surgem de forma rápida
quando num botão, vamos carregar.

Dizem tratar-se do futuro
da nossa bela poesia.
Porém, será ele capaz
de escrever sem dar erros?
E que percebe ele de métrica?
Saberá ele o que é um soneto?
Com ele é que eu não me meto.

Prefiro pegar num papel,
sentir algo bonito
e começar a escrever
um poema qualquer.

Tem muito mais valor
o que vem cá de dentro.
Seja de homem ou de mulher.

Jovita Capitão, Rainha das Insónias.


Queridos leitores e amigos da Rainha, a notícia está no link abaixo.

http://visao.sapo.pt/conheca-o-primeiro-poeta-artificial-portugues=f773970

Os pássaros, a chuva e eu.

Os pássaros cantam
à volta da chuva
e se encantam
ao ver uma gota cair.

Mas eu prefiro dormir.
Embalar com a melodia
mesmo que seja de dia
ouvindo a chuva a cair.

Adormeço, pois, a sorrir!

Jovita Capitão, Rainha das Insónias.

quinta-feira, 3 de abril de 2014

O Poeta é um observador - Versão Quase Pessoa

O poeta é um observador.
Observa tão completamente
que chega a observar a dor,
a dor que deveras sente.

E o amor? Esse não mente.
Que das entranhas também sente!
E ninguém desmente, porque se revê
através das palavras de muita gente.

Jovita Capitão, Rainha das Insónias.

quarta-feira, 2 de abril de 2014

Happy Birthday!




Queridos leitores e amigos da Rainha, faz hoje três anos que criei a Rainha das Insónias. Nunca pensei que chegasse até aqui. Foram anos de trabalho constante através da escrita e actualização quase diária. Mas todo esse tempo valeu a pena. Sabe por quê? Porque você está desse lado! Muito obrigada a todos pelo carinho, pelos comentários, pelas visitas e pelo incentivo para continuar. 

Aproveito para dizer que apesar de hoje ser o dia de aniversário do blogue, a festa vai ser realizada no dia 5 de Abril, no próximo Sábado, na Casinha do Chá, na Costa de Caparica. Abaixo deixo o link do Evento, caso queiram aderir.

Obrigada por tudo!
Jovita Capitão.


https://www.facebook.com/events/255028094679743/

Chuva

Chove tanto, tanto, tanto...
Nunca vi chover assim!
Parece uma prece
de alguém que chora.
Parece uma tese
de uma dissertação.
Parece uma cantiga
à moda de Lisboa.
Parece uma declaração
de um apaixonado coração.

Jovita Capitão, Rainha das Insónias.

segunda-feira, 31 de março de 2014

2º Aniversário da Gandaia - Eu estive lá!


Queridos leitores e amigos da Rainha, ontem tive a oportunidade de estar presente neste Evento único e formidável. Foi comemorado o 2º Aniversário da Associação Cultural da Gandaia, no auditório da costa de Caparica, com a presença de ilustres deputados, artistas, sócios e amigos. Foi uma noite excelente que me deixou a sonhar com os olhos bem abertos. E lá se foi uma noite de sono por uma boa causa pois, este tipo de coisas desenvolve a minha inspiração, de modo que não consigo dormir. Em vez disso apetece-me escrever.

domingo, 30 de março de 2014

A Casinha do Chá merece um poema!

Queridos leitores e amigos da Rainha, hoje passei pela casinha do chá para acertar os pormenores da festa da Rainha das Insónias. Aproveitei para tomar um chá verde delicioso e escolhi um bolo de cenoura e chocolate. Entretanto, lembrei-me de fazer um poema relativamente a isto. Ora aqui vai! Espero que gostem.





Na casinha do chá
todos são bem recebidos.
Há bolos para todos
e os chás são bem servidos.

O ambiente é acolhedor,
repleto de mesas enfeitadas.
Toalhas rosa bordadas
e doces feitos com amor.

Servem-se chávenas de chá
desde os mais simples, às tisanas.
Onde quer que eu vá
não encontro lugar assim.

Descobri este lugar
numa tarde bem fria.
Entrei sem conhecer.
Pensei que era uma pastelaria.

Descobri afinal, que o conceito
de pastelaria não tem nada.
Tem maravilhosos doces e bolos.
Crepes, tartes e sumos.
Tem doces para barrar
e Scones para provar.
Fiquei deveras encantada!
Sei que vou lá voltar!

Jovita Capitão, Rainha das Insónias.

As lágrimas - Reflexão.

Há lágrimas que nunca secam. Apenas se disfarçam.

Jovita Capitão.

Arquivo do blogue