Traduza para o seu idioma

domingo, 30 de março de 2014

A Casinha do Chá merece um poema!

Queridos leitores e amigos da Rainha, hoje passei pela casinha do chá para acertar os pormenores da festa da Rainha das Insónias. Aproveitei para tomar um chá verde delicioso e escolhi um bolo de cenoura e chocolate. Entretanto, lembrei-me de fazer um poema relativamente a isto. Ora aqui vai! Espero que gostem.





Na casinha do chá
todos são bem recebidos.
Há bolos para todos
e os chás são bem servidos.

O ambiente é acolhedor,
repleto de mesas enfeitadas.
Toalhas rosa bordadas
e doces feitos com amor.

Servem-se chávenas de chá
desde os mais simples, às tisanas.
Onde quer que eu vá
não encontro lugar assim.

Descobri este lugar
numa tarde bem fria.
Entrei sem conhecer.
Pensei que era uma pastelaria.

Descobri afinal, que o conceito
de pastelaria não tem nada.
Tem maravilhosos doces e bolos.
Crepes, tartes e sumos.
Tem doces para barrar
e Scones para provar.
Fiquei deveras encantada!
Sei que vou lá voltar!

Jovita Capitão, Rainha das Insónias.

Sem comentários:

Arquivo do blogue