Sigam o meu blogue! Tenho sempre novidades!

Traduza para o seu idioma

sábado, 20 de dezembro de 2014

Cistus Incanus


Queridos leitores e amigos da Rainha, Cistus Incanus é uma planta tradicional do Mediterrâneo. Encontra-se nas regiões da Grécia, Chipre e Turquia.

Esta planta é utilizada há mais de 1500 anos contra bactérias e fungos. A mesma contém polifenóis que têm a função básica de eliminar qualquer tipo de vírus do nosso organismo.

Exemplo: Imagine o vírus da Gripe.

Se o Vírus da gripe tiver o azar de encontrar polifenóis no nosso organismo, o que tem a fazer é fugir, pois, a função desta substância é derreter as antenas do vírus, ou seja, descolando as antenas ou os braços do vírus, este não tem poder nenhum sobre nós e acaba por desaparecer.

Pode encontrar esta planta em cápsulas, chá ou spray. Basta escolher a forma que mais lhe convém. Se escolher o chá existem 3 variedades: o tradicional, o de amêndoas e o de frutos.

Recomendo! Se desejar mais informações, estou disponível para qualquer esclarecimento adicional sobre o produto. 

Febre poética

Estou quente.
Deliro no escuro
enquanto o sono não vem.
Percorro o olhar na penumbra
mas não vejo ninguém.
Apenas a vontade de poetizar permanece.
Pois, ao deitar meu coração não arrefece.

Jovita Capitão, Rainha das Insónias.

O mendigo

Havia um mendigo
descalço e perdido
que já não pedia, a ninguém.

Tinha o orgulho ferido.
O seu ego havia morrido.
Nem sequer tinha sua mãe.

Quando dele se aproximavam
as pessoas punham-se a chorar.
Muitos lamentavam
mas não podiam ajudar.

Até que um certo dia
o mendigo sentiu, uma mão
no ombro nu
do seu velho blusão.

Uma criança irrequieta
correu que nem uma seta
e ofereceu-lhe um balão.

Ao que o mendigo sorriu e disse:
Pela primeira vez
alguém aqueceu
o meu triste coração.

Jovita Capitão, Rainha das Insónias.

quinta-feira, 18 de dezembro de 2014

Tempo

Tempo!
É apenas uma questão de tempo.
Num tempo em que pressa é Rainha.
Não que seja a minha...
Essa, não faz mal a ninguém.
Distrai-se no tempo
vivendo do sentimento
que lhe paira na alma.

Tempo!
Será que aguento esperar?
Ou será melhor o tempo matar,
enquanto espero a tua vinda?
Não a vinda do tempo,
mas a vinda de um momento
que espero alcançar um dia.

Tempo!
Onde a insignificância não tem tempo de existir.
Começo a acreditar que num futuro porvir,
porventura terei mais tempo para me distrair.
E quiçá, até dormir.

Jovita Capitão, Rainha das insónias.

quarta-feira, 17 de dezembro de 2014

O perfume da Cristina



O perfume da Cristina
esgotou em poucas horas.
O que se terá passado
para que se tenha esgotado?

A resposta é muito simples:
A qualidade é de excelência.
Só o que é bom desaparece.
Apenas fica a sua ausência.

Por esta ordem de ideias
devo ser muito ruim...
Mas chega de brincadeiras,
senão vêm também atrás de mim.

Jovita Capitão, Rainha das Insónias.

terça-feira, 16 de dezembro de 2014

Meu coração é que decide

Não sei se é normal isto que sinto.
Não sei o porquê de ser assim.
Quanto mais faço, mais admito
que poderia ficar por aqui.

Se o que faço é, para mim, deleite?
Nem sempre as coisas são assim.
Mas quando decido vou avante
sem questionar a fonte em mim.

Pois se decidi concretizar
seja lá o que isso for.
Decidi com o coração.
E não há volta a dar.

Só se eu me desligar
e decidir que por ali não vou,
é que volto a pensar
noutro caminho, noutro voo.

Jovita Capitão, Rainha das Insónias.

Não gosto de regras!

Não gosto de regras, pelo simples facto de me prenderem o raciocínio. Elas não me deixam inovar. E é por esse mesmo motivo que decidi não nomear outros blogues a fazer o mesmo.

O Blogue da Batata Frita, nomeou-me recentemente para responder à série de perguntas do costume. Vamos lá ver se consigo responder a tudo o que me foi proposto.

Quem é a pessoa mais importante na tua vida?

Essa questão é complicada de responder, porque ao longo da minha vida passaram diversas pessoas que foram e são importantes para mim. Mas a mais importante do momento é o meu namorado por partilhar comigo as angústias e as alegrias. Mesmo assim, a pessoa mais importante devia ser eu mesma... ( por vezes esqueço-me de mim, para pensar nos outros...)

O que amas fazer no teu tempo livre?

No meu tempo livre gosto de escrever, ler, ouvir música, namorar, contemplar as estrelas...

De que fala o teu blogue?

O meu blogue fala de amor, fala de sonhos, fala de sorrisos, fala de amizade, fala sobretudo daquilo que sinto. Também fala de arte, de cultura, de literatura, de eventos culturais, empreendedorismo, entre outras coisas. Falo de tudo aquilo que tem a ver comigo no momento em que escrevo.

Qual é a única coisa que não podes viver sem?

Essa questão é difícil porque há coisas que não dispenso por nada. Mas, posso referir por exemplo a Internet. Como poderia eu ligar-me aos meus amigos, escrever no blogue e descobrir coisas novas? Outra coisa que acho indispensável é a água. Como poderei eu sair de casa sem tomar banho? Pois é!
Oura coisa que não dispenso é a escrita.

Qual o teu maior medo?

O meu maior medo é, sem dúvida a velhice. Gostava que nunca tivesse de envelhecer. E a morte é outra coisa que me tortura, principalmente daqueles que estão mais próximos de mim.

O que tens a dizer sobre os teus seguidores?

Os meus seguidores são uns queridos! Alguns comentam, outros divulgam e outros apenas observam mas eu sei que eles estão por cá.

O que achas da blogger que te seleccionou?

Achei o nome bastante original. (Quem se lembra de se chamar batata frita??? ) Mas gostei, porque tal como eu é uma pessoa criativa. E eu gosto de criatividade.

Blogue favorito?

Não tenho um blogue favorito porque gosto de ler um pouco de tudo, mas posso referir aqueles que eu gosto mais: Daily Cristina e Lully de Verdade, porque me identifico com eles.

Acessórios favoritos?

Adoro brincos no verão e lenços no Inverno.

Qual é a tua maior inspiração?

A minha maior inspiração é a vida. Tudo o que faço e que aprendo ao longo da vida.

Auto-estima - Acróstico.

Auto-estima não é arrogância.
Uma frieza não traz a mudança.
Tendência para a crítica...
Odiar a mítica, também não.

E se estiveres ciente,
souberes ser gente
tomares consciência?
Incutes verdades
Mostras bondade
Atitudes de excelência.

Jovita Capitão, Rainha das Insónias.

Quando mais precisamos...

Há pessoas que se nos atravessam
quando mais precisamos.
E nem sempre são
aqueles que nós amamos.

Mas preenchem a nossa alma
naquele momento
deixando-nos na calma
de um sentimento.

Jovita Capitão, Rainha das Insónias.

segunda-feira, 15 de dezembro de 2014

Programa da Semana

Queridos leitores e amigos da Rainha, hoje é dia de preparar a semana. E esta semana o programa é o seguinte:

Dia 18 - Apresentação do Negócio LR no Hotel Vila Rica, em Lisboa ( Entrecampos) às 21h
Apareçam! A entrada é grátis!

Dia 19 - Formação dos produtos de Saúde e Nutrição da LR com o Dr. Jorge Santos.
Esta é uma formação privada para Parceiros LR.

Dia 20 - Iniciativa: "Um poema contra a fome" na Rua Augusta, em Lisboa, às 15h.
Todos são bem-vindos!

Dia 21 - Apresentação do livro: "Enquanto dormias" de António Portela, às 16h no Auditório do Centro Comercial "O Pescador", na Associação Cultural Gandaia - Costa de Caparica.
Entrada livre!

O aconchego do frio

O frio gela os meus dedos
e dificulta-me a escrita
mas eu nunca desisto da dita
só porque tenho certos medos.

O mesmo frio que me congela
é o mesmo que me aconchega
num abraço nesta terra.

Jovita Capitão, Rainha das insónias.

domingo, 14 de dezembro de 2014

Como aparece o reconhecimento?

Um dia perguntaram-me como se ganha reconhecimento próprio sobre algo que fazemos. Achei esta questão bastante pertinente e pensei em fazer uma reflexão pormenorizada do assunto. O reconhecimento não acontece do nada. O reconhecimento conquista-se! Como? Fazendo por isso. Mas como é que isso se faz? Bem, tudo depende do nosso empenho e da nossa motivação acerca do trabalho que estamos a realizar.

Pegando no meu exemplo, e para quem ainda não sabe, eu escrevo há certa de 20 anos. Em todos estes anos senti que não era verdadeiramente apreciada pelas pessoas. Mas ainda assim, continuei o meu trajecto, a escrever e a divulgar aquilo que sempre fez parte de um sonho. Com o tempo, a minha dedicação e a minha paixão pela escrita começaram a dar frutos. Aos poucos comecei a perceber que o reconhecimento é um processo longo, que se transmite no trabalho árduo em direcção a um objectivo. Apenas 17 anos depois de começar a escrever é que comecei a ver indícios que estava no caminho certo, o que me fez acelerar o passo em direcção aos meus objectivos.

Assim sendo, não adianta fazer pouco e esperar que as pessoas reconheçam o nosso trabalho. É preciso não desistir daquilo que se quer. É preciso agarrar o nosso sonho com as duas mãos e lutar para que se realize. Mesmo que demore muitos anos a ser concretizado, um dia teremos o nosso reconhecimento. E é interessante que esse mesmo reconhecimento, aparece sempre na altura certa. Comigo foi assim, e esse processo não é muito diferente da maioria das pessoas que alcançam o sucesso.

Por isso, se tem um sonho que demora a ser concretizado, se tem um projecto e não vê reconhecimento, faça mais, faça melhor, faça a diferença no seu trabalho. Vai ver que mais tarde ou mais cedo esse reconhecimento que tanto anseia, vai aparecer, com toda a certeza! Acredite e não desista!

Apresentação do livro: "Enquanto dormias " - de António Portela


Queridos leitores e amigos da Rainha, no próximo dia 21 de Dezembro de 2014 às 16h haverá a apresentação do livro " Enquanto dormias" do Escritor António Portela. A apresentação terá lugar no Auditório do Centro Comercial: "O Pescador" na Costa de Caparica.

Será, sem dúvida um excelente momento cultural que envolverá poesia no seu mais alto requinte. Apareça por lá!

Arquivo do blogue