Traduza para o seu idioma

quarta-feira, 27 de julho de 2016

Uma conversa sobre Cultura

Hoje, pouco depois de chegar a casa, tive a oportunidade de falar com um amigo sobre as oportunidades e a valorização Artísticas e Culturais em Portugal.

Uma das coisas que me chamou mais a atenção foi a vontade comum que todos os artistas têm de serem reconhecidos, em vida. É verdade. Esse é um dos desejos mais fortes da maioria das pessoas que escreve, pinta, canta, ou tem outro talento qualquer. Não há razão nenhuma para o reconhecimento vir depois de uma tragédia. A valorização devia ser contínua e preferencialmente em vida.

Outro ponto da conversa é a desconsideração do nosso País lá fora. Portugal, ainda é visto como um País pequeno, apesar de termos sido os primeiros a partir à descoberta de outras terras, apesar de termos conquistado a Europa no futebol, apesar de termos bons artistas, boa gastronomia, boa cultura, boa poesia, bons autores, bons livros, bons comediantes, bons actores, bons cantores, bons empreendedores... e podia continuar aqui a enumerar as mais diversas áreas, onde somos bons, a noite toda mas também tenho direito a uma boa noite de sonho (ou de insónia).

O meu amigo Carlos Cordoeiro disse algo que me deixou a pensar: " Quando olhas ao espelho, tens de gostar de ti mesmo". E é verdade, tanto no sentido pessoal, como País à beira mar plantado. Temos de gostar daquilo que é nosso e valorizar mais a nossa Cultura.

Sem comentários:

Arquivo do blogue