segunda-feira, 27 de julho de 2015

A importância da imagem pessoal

Queridos leitores e amigos da Rainha, hoje decidi escrever sobre um assunto que me afecta pessoalmente e acredito que também seja do vosso interesse. 

Com certeza que com a correria do mundo moderno, as circunstâncias nos levam para caminhos bem diferentes. Alguns deles são tão distantes que criam um conflito de imagem. Esse conflito acerca da imagem que queremos transmitir traz-nos sentimentos dúbios e stress acrescido devido aos inúmeros estereótipos a que somos sujeitos. 

Eu noto essa diferença por várias razões, que por sinal incomodam mesmo! Eis o meu exemplo:

Eu trabalho em áreas muito distintas neste momento. Uma delas é a Escrita. A Escrita é o meu sonho, um estilo de vida mais calmo, algo que eu amo fazer e nunca me canso. A Escrita faz-me sentir viva, feliz, satisfeita com a vida. Mesmo que não ganhasse nem um cêntimo, era capaz de o fazer a vida inteira porque faz parte da minha essência e mesmo que eu faça outras coisas ela está lá para me ouvir, para me motivar, para me alegrar, para me incentivar a continuar. A imagem de um Escritor é uma imagem positiva. Ninguém se afasta de ti se disseres que és Escritor. As pessoas têm um carinho especial por ti mesmo que não gostem de ler. 

Outra área em que trabalho tem a ver com o empreendedorismo. Eu gosto de me sentir livre, não gosto de depender daquilo que os patrões dizem. Gosto de fazer as coisas com iniciativa. Sou empreendedora por natureza e gosto de me reinventar a todo o instante. Foi por isso que decidi entrar na LR, porque desejo concretizar os meus sonhos. Quero mais da vida! No entanto, a imagem positiva funde-se com outra que me faz sentir a rejeição de perto. A LR é uma Empresa de venda-directa que possui um conceito de Marketing muito atraente. Tem produtos de topo certificados pelos melhores e mais rigorosos Institutos. Trabalha em parceria com celebridades internacionais. Mas, apesar disso, a maioria das pessoas não acredita que é possível viver honestamente numa empresa de Marketing. 

Esse fosso que existe entre uma imagem e outra faz-me entender que ainda existem estereótipos. A grande maioria das pessoas apenas olha para a aparência e não se esforça para conhecer o outro "eu". 

A imagem pessoal é importante, no entanto, mais importante ainda é a pessoa que está por detrás da imagem. Todos nós temos uma história, um percurso, uma vida. Por isso, para quê olhar apenas a aparência?

Sem comentários: