Traduza para o seu idioma

sexta-feira, 26 de julho de 2013

Biografia de Cesário Verde

Fotografia de Cesário Verde
( imagem da internet)
Cesário Verde foi um dos maiores Poetas Portugueses, porém findou-se muito cedo, com apenas 31 anos de idade. Nasceu em Lisboa em 1855 e a sua vida foi preenchida pela agricultura, pelo comércio e pela poesia. Em 1873, iniciou o Curso Superior de Letras mas rapidamente o abandonou prosseguindo como Correspondente Comercial. Ao mesmo tempo, Cesário Verde escrevia poesia para o Diário de Notícias perante a crítica mordaz de intelectuais influentes da época, tais como Ramalho Ortigão e Teófilo Braga. Em 1874, o poeta projectou a publicação de um livro de poemas, projecto esse que não se concretizou.
Cesário foi um poeta incompreendido, ignorado e muito criticado no meio literário Português. Mas isso não o impediu de escrever toda a sua vida. Escreveu para amigos, conhecidos e artistas até falecer em 1886, com tuberculose.
Cesário Verde, como muitos Escritores e Poetas daquela época, só foi reconhecido após a sua morte. O reconhecimento deu-se em 1887, pelo seu grande amigo Silva Pinto. Nessa data foi publicado o que viria a ser o primeiro volume de poemas de Cesário, cujo título é: "O livro de Cesário Verde". O que sobrou inédito, acabou por perder-se para sempre num incêndio que lhe devorou a casa em 1919. 
A importância de Cesário Verde reflete-se na poesia actual. Cesário, foi um dos iniciadores da poesia moderna. A sua poesia trata de pessoas do campo ou da cidade, das coisas humildes, de coisas simples, de coisas do quotidiano e critica os meios intelectuais da sua época com uma ironia cortante. As principais características da poesia de Cesário são: O realismo, a análise, a ironia e a visão objectiva.
Entre os poemas mais conhecidos estão: Cristalizações, Horas mortas, Deslumbramentos e Contrariedades.

Estátua de Cesário Verde ( imagem da internet)

Sem comentários:

Arquivo do blogue