sexta-feira, 28 de dezembro de 2012

Sofro por te amar.

Quando mais preciso de ti
mais longe estás de mim.
Pergunto ao vento por quê
mas ele não me diz.

Procuro-te toda a noite
mesmo quando estás longe.
E quando estás perto
meu pensamento foge.

Onde estás? Pergunto eu.
Estou aqui. Dizes-me tu
Isso sei eu. Respondo.
Mas não sabes que o mundo é redondo?
Não entendi. Dizes mais uma vez.
Se entendesses não precisava de explicar,
que tanto sofro por te amar.

Jovita Capitão, Rainha das Insónias.

Sem comentários: