Traduza para o seu idioma

sexta-feira, 28 de dezembro de 2012

O que será?

Será loucura isto que sinto?
Será amargura do meu coração?
Será incerteza no meu íntimo?
Será insegurança na imensidão
de todo o meu ser?

Será um destino destinado
ao fracasso de uma vida a dois?
Ou será a tristeza ou um fardo
daquilo que vem depois?

Será demência ou clemência?
Será cansaço ou desinteresse?
Será apenas decadência?
Será apenas inocência
deste meu pensar?

Será?
Não sei.
Sei apenas que por te amar
mil loucuras já fiz.
Gostaria de regressar
a esse tempo onde brincar
era o momento de ser livre,
de voar, de amar
de ser feliz.

Jovita Capitão, Rainha das Insónias.

3 comentários:

Ana Santos disse...

Identifico-me bastante com poemas de amores não correspondidos ou por amores passados que deixam mágoa. ;)

Jovita Capitão disse...

Obrigada pelo comentário Ana Santos.

Sem dúvida que ao escrever este poema estava num sufoco emocional. A incerteza que por vezes acompanha o amor faz com que exista uma certa dualidade nos meus poemas.
Bem-vinda ao meu blogue!

cumprimentos,
Jovita Capitão, Rainha das Insónias.

Ana Santos disse...

Passo por aqui frequentemente... ;)