Traduza para o seu idioma

sábado, 16 de novembro de 2013

Um dia ao contrário

Um dia acordei
e tinha o mundo ao contrário.
Parecia feitiço,
ou um conto do vigário.

Levantei-me e dei por mim
com a cabeça no lugar dos pés.
Vi tudo a andar à roda
e quase caía de vez.

Sentei-me para não cair
agarrada a um livro.
Pensei que desta forma
me livrava do feitiço.

No entanto, também o livro
tinha as letras ao contrário.
Ao que eu pensei então:
«O que vou fazer com isto?»

Fechei o livro, fechei os olhos.
fechei o coração e o sorriso.
Limitei-me a acreditar 
que estaria sem juízo.

Jovita Capitão, Rainha das Insónias.

Sem comentários:

Arquivo do blogue