Traduza para o seu idioma

quinta-feira, 14 de fevereiro de 2013

Poema (In)completo

Escrevi um poema incompleto
pois nada me ocorria decerto
acabei por deixar fluir
a escrita do meu sentir.

Pensei em ti para me inspirar
lembrei-me de antigos momentos
pensei em nós junto ao mar
e num contraste de sentimentos.

Deixei que a vontade me levasse,
que o papel sem mim caminhasse.
E que toda a sombra evaporasse.
E que o sol me iluminasse.

Quis escrever sobre o amor
para sentir que não estou só.
mas o poema ficou incompleto
porque faltavas tu decerto
para me abraçar apenas e só.

Jovita Capitão, Rainha das Insónias.

2 comentários:

Arquivo do blogue