Traduza para o seu idioma

terça-feira, 2 de dezembro de 2014

Património Alentejano

O Cante alentejano
já conseguiu fazer história.
De simples cantar à memória
já passou a património.

Mundialmente conhecidos
com vinhas e enchidos,
com pão e vinho vão cantando.
"Alentejo da minha alma
tão longe me vais ficando".

De Além Tejo nasceu meu avô
No Torrão nasceu minha mãe.
E é por isso que aqui estou.

E pelo cantar de um passarinho,
é às quatro da madrugada
que em vez de dormir fico acordada.

Grande Alentejo, belo Cante.
Com este passo de gigante
espero que além, a todos encante.

Jovita Capitão, Rainha das Insónias.

2 comentários:

Edumanes disse...

Jovita Capitão,
Rainha das Insónias
tem guardadas no coração
para contar lindas histórias
do cante patrimóino alentejano
Imaterial da Humanidade
nasceu um dia no campo
lá encontrou a liberdade
senão me engano
vive lá com a felicidade
com amor e carinho tanto
tudo seja feito à sua vontade
a sua simpatia juntando
à nossa virtual amizade!
Um abraço
Eduardo.

Jovita Capitão disse...

Obrigada Edumanes, pela sua simpatia, acredite que a sua visita me deu muita alegria.
Bem haja! :)

Arquivo do blogue