sábado, 9 de agosto de 2014

Coragem de mergulhar

Minha alma agitada
pede sossego e calma.
Para enfrentar o mar.

Mas o veleiro balança
para cá e para lá
ameaçando naufragar.

E eu, por entre as vagas, 
não vejo o fim 
de todos os mil anseios
que sinto dentro de mim.

Se outrora pudesse adivinhar
o futuro que desconheço
talvez pudesse, o destino, mudar.

Talvez serenasse, apesar
de ver o barco a baloiçar.
Talvez até tivesse 
coragem de mergulhar.

Jovita Capitão, Rainha das Insónias.

Sem comentários: