Traduza para o seu idioma

terça-feira, 11 de fevereiro de 2014

A saudade impera!

Minha alma chora quando outra se vai.
É impossível esquecer o que nos acontece.
A saudade impera apesar do vento agreste
e opera num borbulhar de tumultos.

Não aceito a morte
da mesma forma que a vida.
A morte é fonte de tortura.
E a vida é para ser vivida
não com choro, mas com alegria.

Jovita Capitão, Rainha das Insónias.


Sem comentários:

Arquivo do blogue