Traduza para o seu idioma

terça-feira, 15 de outubro de 2013

Ao Som das Doze Badaladas

Cinderela estava encantada.
Pelo seu príncipe enamorada.
Não pensava em mais nada
e a ele estava abraçada.

A história parecia um sonho.
Nunca vivera nada assim.
E quando as badaladas soaram
nada ouviu, ou mesmo fingiu
que o tempo parava ali.

No entanto não parou
e o som se propagou.
Ao longe todos ouviram
e alertas emitiram.

Mas a menina sonhadora
só querida que o tempo parasse
e jurou dali não sair
sem que o príncipe se apaixonasse.

Assim, à resvés da oitava badalada
deu-lhe um beijo, enfeitiçada
ao que ele respondeu:
-És tu a minha amada!

Missão cumprida, desatou a correr.
Quase tropeçou na escadaria.
E ainda acenou para o seu príncipe
dizendo que voltaria um dia.

Jovita Capitão, Rainha das Insónias.

Sem comentários:

Arquivo do blogue