Traduza para o seu idioma

quinta-feira, 19 de setembro de 2013

Não sou perfeita.

Eu não durmo num pedestal
nem vivo numa redoma.
Sou uma pessoa normal
com situações a melhorar.

Não sou perfeita.
Muito longe disso sou.
Mas sou poeta
sei que tenho esse dom.

Não vivo para agradar.
Pois, não sou ninguém.
Desta vida não vou levar
nem mesmo pai ou mãe.

Assim, para quê me preocupar
com o dia de amanhã?

Vivo sonhos de encantar
enquanto o sonho durar.
Até acordar do encanto
e ter de ir trabalhar.

Jovita Capitão, Rainha das Insónias.

Sem comentários:

Arquivo do blogue