Sigam o meu blogue! Tenho sempre novidades!

Traduza para o seu idioma

quarta-feira, 15 de março de 2017

Reflexão - A Era digital tem mudado o mundo.

O mundo evoluiu de uma forma tão rápida que muita gente não teve tempo de acompanhar. Acontece que existem 2 grupos de pessoas. As que vivem intensamente as mudanças da Era digital e as outras que vivem completamente agarradas ao passado, agarradas ao VHS da vida. E quando falamos com elas, elas conseguem fazer com que nos sintamos sem valor, visto serem maiores em número e por acreditarem piamente que o mundo continua o mesmo.

Hoje ouvi da boca de uma pessoa próxima, que devia arranjar um trabalho normal e que mesmo que eu procure não vou encontrar porque não sei fazer nada. Que passar a ferro seria uma boa ideia... mas que nem para isso teria jeito. Como é óbvio, tive dificuldades em responder adequadamente porque fui apanhada de surpresa e a pessoa em questão não quer o meu mal certamente, mas fiquei a pensar no significado dessas palavras e cheguei a uma conclusão.

No tempo da pessoa que falou comigo, ou seja, há 70 anos atrás, como era o mundo? Era muito diferente não era? Não havia internet, não havia televisão ( se havia era a preto e branco e existia 1 ou 2 canais), não se viajava com facilidade para outros Países, para comunicar com pessoas em lugares distantes só era possível por carta ou por pombo correio.

Então, porque motivos devo eu ficar chateada, se a visão da pessoa em questão está direcionada para o passado? Não vale realmente a pena chatear-me com isso. Mas é interessante pensar nisto porque o valor de uma pessoa nada tem a ver com o canudo que ela tem. Independentemente dos estudos, da classe social, do ambiente em que vive, todos nós temos acesso à informação. E isso não nos faz, nem melhores, nem piores. Apenas vivemos a vida de forma diferente, porque a nossa visão também é diferente.

Voltando àquilo que me foi dito, a experiência que já adquiri serve para perceber que não se pode dar ouvidos a tudo aquilo que nos é dito. Mais vale reflectir primeiro e extrair apenas o lado melhor que essa mensagem nos possa proporcionar. Passar a ferro não é mais, nem menos digno para quem executa essa tarefa. Mas a minha experiência de vida passa pela comunicação com os outros, seja de forma digital, seja dando palestras ou formação, ajudando outras pessoas a melhorarem as suas vidas. Eu própria estou num processo de autoconhecimento constante. Este foi o caminho que eu escolhi! :)

2 comentários:

AvoGi disse...

Há sempre o reverso da moeda
Kis ,:=}

Jovita Capitão disse...

Sem dúvida! :)

Arquivo do blogue