Sigam o meu blogue! Tenho sempre novidades!

Traduza para o seu idioma

domingo, 18 de dezembro de 2016

Se as saudades matassem...

Se as saudades matassem
nem os meus ossos estariam de pé.
Seria um esqueleto ambulante
de uma amante sem fé.

Se as saudades matassem
não voltarias a encontrar-me.
Pois das cinzas, seria pó.
Podias apenas chorar-me.

Se as saudades matassem
quem contaria a nossa história?
Ficaria o nosso amor
sem sequer uma memória?

Ainda bem que as saudades não matam.
Apenas corroem o coração por uns tempos.
Depois passa, como passam todos os sentimentos.

Jovita Capitão, Rainha das Insónias.

Sem comentários:

Arquivo do blogue