Traduza para o seu idioma

quarta-feira, 1 de junho de 2016

Desilusão

Emudeci de espanto.
O estômago contorceu-se.
Desatei em pranto
pois o meu coração comoveu-se.

Não sei quantas horas passaram
desde que descobri.
Mas vi a vida a andar para trás.
O que aconteceu ao que eu vivi?

Vivi uma grande mentira.
Mas não o posso provar.
As provas, apagadas,
juram nada se passar.

O que fazer então?
Fingir que nada sei?
Mesmo sabendo que foi em vão
tudo aquilo que amei?

Pura desilusão!
Doença no coração.
Raiva ou compulsão?
Nada disso adianta. Não!

Quero apenas afastar
todo o medo que eu senti.
E em vão recordar
Tudo o que de bom vivi.

Jovita Capitão, Rainha das Insónias.

Sem comentários:

Arquivo do blogue