Traduza para o seu idioma

quarta-feira, 5 de novembro de 2014

Romance inesperado

O céu refila com a lua
e troveja sem piedade.
Ameaça molhar a rua
para espantar sua ansiedade.

A lua, pacientemente
tenta explicar o porquê
de estar sempre contente
mesmo quando ninguém a vê.

O céu, pouco tolerante
resmunga ainda mais
e ameaça a lua
de ir chamar os seus pais.

A lua, pouco se importa.
Faz ouvidos de mercador.
E a chuva logo desponta
no céu implicador.

Nesta briga de céu e lua,
não meto minha colher.
Isto, sempre ouvi dizer:
"Entre homem e mulher"...

Amanhã farão as pazes!
Espero eu que assim seja.
Talvez depois sejam capazes
de se entenderem na cabeceira.
de um romance inesperado.
Pois, cá para mim, o céu
está apenas apaixonado.

Jovita Capitão, Rainha das Insónias.

Sem comentários:

Arquivo do blogue