Traduza para o seu idioma

quarta-feira, 14 de maio de 2014

Mil histórias para contar

Hoje olhei para a gaveta das tralhas
e comecei a desarrumar as memórias.
Todos os manuscritos que me falam,
todos eles têm mil histórias.

Mil histórias para contar.
Tantas coisas para dizer.
Quero um dia libertar
aquilo que ando a escrever.

Aquilo que ando a escrever
deve um dia ser lembrado.
Tudo aquilo que eu fiz
tem um significado.

Tudo tem um significado.
Um motivo para existir.
Por isso não é um enfado,
se aquilo que escrevo
um dia venha a resistir.

Que as minhas palavras
resistam ao tempo,
que teima em apagar
aquilo que quero publicar!

Jovita Capitão, Rainha das Insónias.

Sem comentários:

Arquivo do blogue