quarta-feira, 4 de dezembro de 2013

Uma luta interior

Já lhe aconteceu ficar tão baralhado, ao ponto que se isolar para encontrar as respostas? Já lhe aconteceu sentir-se único no mundo perante as vontades e crenças da maioria? Já alguma vez sentiu necessidade de parar a mente e começar de novo sem que ninguém lhe imponha alguma verdade? Já sentiu alguma vez a necessidade de mandar calar o mundo e ouvir apenas o bater do seu coração? Pois bem, eu hoje estou assim. Com vontade de encontrar as respostas por mim mesma, sem ter de sentir a influência de ninguém. Pois, na minha opinião pessoal, cada caminho é único. Cada pessoa é livre para ir de encontro às suas necessidades e livre de escolher onde quer estar e em que acreditar. Mas os burburinhos à nossa volta impossibilitam-nos de pensar positivamente. Há coisas que enterramos para sempre e pensamos não mais as recordar. Não queria ter de pensar nisto outra vez, no entanto as circunstâncias obrigam-me a fazer exactamente o contrário daquilo que quero. Mas já que tem de ser, tenho de chamar a mim toda a coragem que necessito para enfrentar esta luta interior. 

Sem comentários: