Traduza para o seu idioma

quarta-feira, 19 de dezembro de 2012

Parto difícil este, o meu.

Um parto difícil este, o meu
quando o que mais quero
é quando mais me afasto,
faço tudo e me esmero
e depressa eu desfaço.

Parto difícil este, o meu
Quando aquilo que sou
não é por vezes o que penso
Já nem sei para onde vou
o que quero não tem preço.

Parto difícil este, o meu
que pendente deixa a minha vida
quando penso que está quase
recuo e não vejo a saída.

Mas tal como qualquer parto
eu também um dia vou sair,
Nem que a ferros seja!
Eu um dia vou sorrir.

Jovita Capitão, Rainha das Insónias.

Sem comentários:

Arquivo do blogue