Traduza para o seu idioma

quinta-feira, 20 de dezembro de 2012

"O Pinhal dos Segredos e outras Aventuras no Natal" de Rubén Correia


Caros leitores hoje vou falar um pouco de um jovem escritor que conheci pessoalmente há muito pouco tempo, estou a falar de Rúben Correia. Ontem tive o prazer de assistir à apresentação do seu mais recente livro: " Natal dos Segredos e outras Aventuras no Natal. Bem a propósito nesta época do Ano. O que achei curioso, é que este incrível escritor tem apenas 15 anos de idade. E o mais incrível é que este é o seu terceiro livro editado.

Rúben, vive nos Açores mas já está a conquistar o resto do mundo com a sua simpatia, os seus livros e as diversas apresentações de norte a sul do país, e arquipélagos. Além de ter tido o privilégio de aparecer na televisão diversas vezes. Apesar de ser tão jovem, penso que está no caminho certo em direcção aos seus sonhos.

E é de pequeno que se começa. Isto faz-me lembrar a minha infância. Também eu escrevo desde criança. comecei aos 9 anos de idade a fazer pequenas histórias para me entreter. No fundo, era a minha maneira de brincar. Naquela altura não ninguém me levava a sério. Nem eu própria. Por isso egoísticamente guardava tudo para mim. Até ao dia em que tive coragem e comecei a escrever para outras pessoas. Só mais tarde, há cerca de 19 meses, é que me aventurei a criar o blogue "Rainha das Insónias", que vocês já conhecem. E tenho também outros projectos literários que espero dar a conhecer em 2013.Ao contrário de mim que demorei a ganhar coragem, Rúben Correia é um rapaz destemido. E eu acredito que ele vai longe no seu percurso literário.

Agora lanço-vos um desafio. Procurem este livro nas livrarias mais próximas porque vale bem a pena. Eu, gostei de ler e acredito que é um livro bastante interessante para oferecerem este natal como presente aos vossos filhos sobrinhos netos bisnetos, enfim, toda a família vai adorar esta história porque trata de valores como o amor, o respeito, a amizade entre outras coisas bastante interessantes que nos fazem sonhar.

Sem comentários:

Arquivo do blogue