Traduza para o seu idioma

quarta-feira, 7 de maio de 2014

A menina dos meus olhos!

Queridos leitores e amigos da Rainha, estou aqui esta noite para vos falar um pouco sobre a minha vida pessoal. Todos vocês já sabem que a escrita faz parte da minha vida desde sempre, sendo esta, a principal razão da minha existência. Desde que me lembro que as palavras me rodeiam e eu a elas. Sempre tive o sonho de fazer disto profissão, mas nunca pensei de que forma, nem se isso seria possível algum dia. Muito antes de imaginar que podia estar aqui a escrever para um público tão vasto, entretinha-me a escrever pequenos textos em diários e fazia poemas para dar aos amigos e à família. Quando a Rainha nasceu as coisas mudaram. Ela tornou possível que me tornasse conhecida neste meio, divulgando o meu trabalho diariamente. Por esse motivo, a Rainha é a menina dos meus olhos!

Embora a escrita seja a minha vida, tenho de tentar fazer outras coisas para que possa sobreviver. Tantas coisas fiz que já perdi a conta! Muitas que comecei, não resultaram. Outras, resultaram por pouco tempo. Mas sempre tive em mente que tinha de continuar a lutar mesmo que as coisas corressem menos bem. Neste momento, sinto-me a voltar à estaca zero. A empresa mais recente entrou em reestruturação e o trabalho está parado até que todas as questões sejam resolvidas. Como está parado, não ganho o meu sustento. Logo, voltei a sentir aquela estranha sensação de que tudo foi em vão. No entanto, como não sou pessoa de desistir assim tão facilmente, vou continuar a buscar outras soluções para a minha vida. As soluções são infinitas, por isso necessito de afunilar as mesmas fazendo uma triagem. É hora de separar o "trigo do joio" e definir quais são os meus objectivos.

Fiz este pequeno apanhado da situação por causa das várias pessoas que me têm questionado acerca do que estou ou não a fazer. Penso que isso se deve ao facto de ter deixado de falar sobre a empresa em questão. Acreditem que apesar da situação ser desconfortável, posso concluir que a Telexfree, foi a melhor empresa onde eu já estive. Disso não tenho dúvidas! Acerca disto só tenho mais uma coisa a dizer: Os preconceitos não servem para nada! Não vale a pena dizer mal de uma empresa que deu de comer a tanta gente e que contribuiu de forma rápida para uma união mundial. 

Eu acredito que nada acontece por acaso. Tudo tem uma explicação lógica mesmo que não a vejamos logo. Por isso, em vez de me alarmar, vou continuar a fazer a minha parte. Contem comigo para continuar a espalhar cultura, Literatura, escrita, poesia... Que isto nunca nos falte!

Sem comentários:

Arquivo do blogue