Traduza para o seu idioma

sexta-feira, 20 de dezembro de 2013

Insónia de Inverno

Nesta madrugada fria e silenciosa, dedico o meu tempo a escrever. Meu corpo cansado reclama mas não lhe dou ouvidos. Simplesmente escrevo embalada pelo silêncio, pelas brumas do inverno. Quem sabe se assim me encontro? É isso mesmo que mais desejo. Encontrar-me! Encontrar uma forma de me conhecer melhor. Encontrar um mundo de possibilidades à minha frente... Nos últimos anos sei que fiz tudo o que podia para ser feliz. Agora quero mais. Quero sentir-me realizada em todos os níveis, e vou conseguir. Sim. Eu sei que vou conseguir. Basta-me a certeza que tenho à minha volta as pessoas certas. Basta-me saber a importância que tenho para essas pessoas. Sim. Eu sou feliz assim. Feliz com as coisas mais simples da vida. Um abraço, um sorriso, uma simples flor na Primavera, um simples chilreio de um passarinho, a vontade de estar com quem amo, a alegria de ver crianças a brincar. São as coisas mais simples que me marcam. Não sei porque sou assim, nem faço intenções de perceber. Apenas sei que o muito que faço é sempre pouco. E o pouco que faço pode ser tudo. Agradeço a todos os meus Amigos, agradeço à minha Família, agradeço aos meus Leitores, agradeço a toda a gente o carinho que me têm demonstrado nestes últimos anos. O fim deste ano aproxima-se a passos largos. Mudanças se verificarão. Sei que tenho muito mais para dar. Tenho muita coisa a fazer por mim e pelos outros. Apesar de estar feliz, sinto-me ansiosa. Talvez por ter de me despedir de 2013 que tantas coisas boas me deu. A despedida custa sempre. Mas não faz mal, tenho a certeza que 2014 será bem melhor. Basta deixar a escrita fluir e as boas surpresas aparecerão. E esta insónia que não me deixa dormir? Esta, vou leva-la comigo para sempre. Tenho uma missão a cumprir, ou não me chamaria eu: "Rainha das Insónias"!

Sem comentários:

Arquivo do blogue