Traduza para o seu idioma

sexta-feira, 23 de agosto de 2013

Poema da minha Amiga e Poetisa Filomena Castro

Queridos leitores e amigos da Rainha, hoje trago-vos um lindo poema de uma pessoa muito especial. Filomena Castro, assim se chama a Poetisa.

"A dor do poeta

Se ao menos alguma vez pudesse ter,
Um pouco, uma migalha do teu ser,
No tinteiro eu mergulhava a pena,
E escrevia, nesta ânsia de escrever.

Dá-me um pouco dessa tua inspiração.
E nas longas noites,nesses maus momentos,
Empresta-me essa luz que te conduz,
A esse mundo de alados pensamentos.

Dá-me a esperança de um dia...
Poder tocar na lira dos meus sonhos,
Aquilo que gostava de cantar!

A mágoa dum poeta que lembrado,
Será apenas, pelas palavras ocas,
De tantas rimas feitas sem rimar."

Filomena Castro

PS: Esta minha amiga não se considera Poetisa mas tem talento, lá isso tem! :)

Sem comentários:

Arquivo do blogue