Traduza para o seu idioma

sábado, 15 de dezembro de 2012

Na esperança de um abraço!

É na esperança de um abraço teu
que me esmero toda a hora
Porque quando o vento chora
acredita que sou eu
que choro e que te espero.
Eu não vou embora!

E se embora for
levo-te comigo ao peito
para que não te esqueças
que deixaste em mim o efeito...

Mesmo que não mereças,
estou aqui.

Na esperança de um abraço!

Jovita Capitão, Rainha das Insónias.

Sem comentários:

Arquivo do blogue