Traduza para o seu idioma

sexta-feira, 30 de novembro de 2012

Temporal

Tempo, tempo, oh tempo
porque estás tão temporal?
Porque estás tão revoltado
Se ninguém te fez mal?

Encharcas tudo à tua volta
meus cabelos revoltas
que se desfazem em novelos
e tu tem te importas.

E o vento teu aliado
leva para longe
tudo o que apanha.
E tu todo molhado
nem ouves quem te chama.

Tempo, tempo, que mau tempo!
Tens de te portar melhor
e o vento com esse talento
que abrande se faz favor.

Jovita Capitão, Rainha das Insónias.

Sem comentários:

Arquivo do blogue