Traduza para o seu idioma

sexta-feira, 10 de junho de 2011

Hoje é dia de Portugal, de Camões e das comunidades Portuguesas



Hoje dia 10 de Junho comemora-se o dia de Portugal. Esta ocidental praia lusitana, como diria Luís de Camões. Esta toalha à beira mar estendia, como diria Carlos do Carmo. Foi escolhido o dia 10 de Junho para ser dia de Portugal por assinalar a morte do grande poeta Português Luís Vaz de Camões. Hoje é dia de todos os Escritores e Poetas portugueses, de todos os Cantores portugueses, de todos os Actores portugueses, de todos os Artistas portugueses, de todos os trabalhadores portugueses, de todos os desempregados portugueses, de todos os imigrantes em Portugal, de todas as crianças portuguesas, de todos os adultos portugueses, de todos os idosos portugueses… E podia continuar a homenagem mas é tão longa que não caberia aqui. Hoje é dia para relembrar os nossos antepassados que tantas viagens fizeram para descobrir o resto do mundo. Aqueles que enfrentaram as correntes do mar revolto e os naufrágios. Aqueles que foram grandes apesar de um país tão pequeno em dimensão. Hoje, quero homenagear grandes pessoas que fizeram de Portugal o que ele é hoje. Vou dar apenas alguns exemplos das pessoas que para mim têm mais significado neste dia. Quanto aos escritores posso falar de Luís Vaz de Camões, como não poderia deixar de ser, Fernando Pessoa, Florbela Espanca, Eça de Queirós, José Saramago, Manuel da Fonseca, José Rodrigues dos Santos, Lídia Jorge, Margarida Rebelo Pinto, e todos os escritores anónimos tal como eu. Quanto aos cantores portugueses posso referir Amália Rodrigues, Simone de Oliveira, Carlos do Carmo, Mafalda Veiga, João Pedro Pais, Pedro Abrunhosa, Miguel Gameiro, entre outros. Quanto aos actores temos o grande Nicolau Breyner, a Margarida Marinho, o António Cerdeira, … Claro que os trabalhadores, os desempregados, os imigrantes, as crianças, os adultos e os idosos são anónimos perante o mundo mas todos nós, somos importantes e estamos todos incluídos neste nosso dia, o dia de Portugal.  

1 comentário:

Anónimo disse...

Viva portugal!

Arquivo do blogue